Eduardo Lourenço: um ensaísta inigualável

Eduardo Lourenço (1923) cumpre uma trajetória ímpar na história do pensamento português, sendo considerado o grande pensador e ensaísta da Literatura Portuguesa. A vantagem de se viver muito – bem haja – é que o homenageado pode desfrutar desse reconhecimento.

O Sigilo Fiscal No Brasil e em Portugal

O sigilo fiscal é assegurado pelos direitos fundamentais protegidos constitucionalmente. Através da informação pode-se obter dados particulares sobre a vida e a intimidade das pessoas.

Os 20 anos da CPLP: Uma afirmação no mundo atual

Sem dúvida, uma das formas mais efetivas de integração entre os povos é a sua comunicação através de uma língua comum e a CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa vem se impondo como um exemplo de sucesso, perante tal constatação.

Contributo para a compreensão do que é Folclore

Diz a Sociedade de Língua Portuguesa que o estudo do Folclore começou na Alemanha em 1812 com trabalhos de muito valor. E como sabemos, não só a Alemanha se preocupou com tal estudo, mas outros países como por exemplo a Itália, a Espanha, os Países Baixos, etc. O mesmo estendeu-se depois a Portugal e a outros países.

“Vaticano” dos Muçulmanos Ismaelitas em Lisboa

A sede mundial Ismaelita (Imamat Ismaili), que em Portugal é representada pela Fundação Aga Khan, “vai ser no palácio onde hoje funciona parte da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa”

Um mergulho na cultura árabe

Se para conhecer a São Petersburgo do século XIX, é preciso ler Fiódor Dostoiévski (1821-1881), tal como para descobrir detalhes do Rio de Janeiro do final daquele século é fundamental percorrer os romances de Machado de Assis

Invasão De Turistas

“ há quem nas ruas da Mouraria, Bairro Alto e Bica, diga, ironicamente, que qualquer dia será necessário contratar figurantes para fazerem o papel de lisboetas.”

Presidentes e Reis. Por Francisco Seixas da Costa

Leem-se por aí comentários críticos da cena em que o presidente Rebelo de Sousa conversa com a rainha britânica sobre temas leves e, muito em particular, da vênia e do beija-mão que a antecederam.

O Que Salazar Pensava Sobre O Trabalho Da Mulher

As opiniões expressas, por Salazar, foram transcritas do livro: “ Férias com Salazar” de Christine Garnier (2ª edição). Parceria Antonio Maria Pereira – Lisboa- 1952.

Opinião: O ensino de português para as Comunidades

Essa nova estratégia política focaliza-se numa mudança de modelo perfeitamente resumida pelo atual Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas José Luís Carneiro num artigo de opinião quando falou da “necessidade de trabalharmos numa transição gradual do ensino enquanto língua de origem para uma oferta integrada do português”.

Uma Língua para o Mundo

Nas prioridades políticas do ministério dos negócios Estrangeiros incluem-se a promoção de um ensino de qualidade para aqueles que querem manter na língua portuguesa a vinculação à sua Pátria e, ao mesmo tempo, a sua inserção numa vida quotidiana cada vez mais globalizada, mas também a valorização e expansão de uma Língua, a Portuguesa

Opinião: A ÚLTIMA CAMPANHA DO CICLO PETISTA

Algumas delas podem ser assim lembradas: o apartheid social desenhado pelo PT por meio de seu insistente bordão: “nós e eles”; o desfile de caras e bocas na mídia eleitoral, cuja audiência foi um fracasso face à rejeição do eleitor aos políticos

Para se fazer poesia, não basta emoção

Do que se faz um poeta? Dar resposta a essa pergunta não é tarefa das mais fáceis, mas, para enfrentar esse desafio, o poeta Anderson Braga Horta aceitou prestar um depoimento ao poeta, jornalista e professor de Literatura Brasileira da Universidade Federal da Paraíba, Sérgio de Castro Pinto.

ANTÓNIO GUTERRES. Por Francisco Seixas da Costa

Surpreende-me não ver uma linha sobre o papel que setores do Partido Popular Europeu estão a desenvolver, tentando criar condições para que a vice-presidente da Comissão Europeia, Kristalina Georgieva, surja rapidamente na liça – agora que a expressiva última votação em Guterres claramente assustou quem deseja a sua derrota.

Tempos de Expressão Superlativa. Por Gaudêncio Torquato

Para compreender como o cacarejo adquiriu importância central em tempos de campanha eleitoral, é oportuno lembrar as tintas que desenham nossa iden­tidade. Os estudiosos do ethos nacional costumam apontar, entre os valores que o plasmam, a falta de precisão, a adjetivação excessiva, o individualismo, a propensão ao exagero.

Opinião: Esquerda brasileira subdesenvolvida

Fundamentalmente, em primeira plana a esquerda lutou pelos direitos, garantias individuais e liberdades públicas, sufocadas por regimes, monárquicos ou não, que batalharam em favor do que é hoje a camada de direitos de primeira geração

Concessão de nacionalidade aos netos de portugueses: um atraso inaceitável

A falta de atuação do poder executivo na expedição de normas regulamentares e complementares necessárias à lei que concedeu o direito à nacionalidade portuguesa aos netos de portugueses que a pretendem obter afigura-se como incompreensível e inaceitável por aqueles que lutaram para a sua aprovação e para os que desejam beneficiar da referida concessão legal.

Send this to a friend