O Mercosul e a CPLP

Afinal, está mais do que na hora de a CPLP deixar de ser um instrumento voltado apenas para a difusão da língua, da amizade, da cultura e das tradições lusófonas para se transformar num bloco econômico expressivo.

Os dois Brasis

O “fenómeno” Marina Silva esvaiu-se com a rapidez com que tinha emergido. Constatou-se que havia sido fruto de uma reação emocional, logo seguido pela evidência da fragilidade política da candidata.

Brasil será potência mundial

Eles estavam encantados com nosso país, com a hospitalidade, com a culinária, suas belezas naturais, suas cidades pujantes, estádios bonitos etc.

Eça de Queiroz: a biografia definitiva

Ao lado de informações até aqui pouco conhecidas sobre a vida de Eça de Queiroz, o livro de Campos Matos traz vasta e preciosa iconografia, além de reflexões críticas que permitem uma visão aprofundada do percurso ideológico do escritor.

A vantagem de ser Europeu

Como quase todos têm duas ou três nacionalidades, no Brasil, também, minha mulher quis ter passaporte europeu.

Licença para roubar: eleitores e “supereleitores”

Dentro do Congresso fazem de tudo para proteger essas empresas doadoras de eventuais investigações. De todo esse dinheiro que sai dos cofres públicos para os “doadores”, boa parcela fica como propina nas contas dos políticos (para a construção dos “fundos de campanha”).

Licença para roubar: delação premiada (Petrobras)

Em lugar da moral, prudência, moderação, trabalho, estudo, aplicação, dedicação e afinco, toda nossa história está paradigmaticamente marcada pela corrupção, temeridade, intemperança, ociosidade, ignorância, dissipação e degeneração.

Crônica: Hoje todos sabem tudo

E de política, ainda é pior. O senhor conhece alguém que não tenha ideias para salvar o Brasil!?”

Opinião: O anúncio do Novo Banco

Começa por dizer o anúncio que “nascer com mais de 2 milhões de clientes é um bom começo”. Trata-se de uma enorme mentira, mas, mais do que isso, de uma perversão de princípios informadores do nosso sistema jurídico.

O Folclore nas Comunidades

E por distantes paragens, mesmo que defasados do restante, um malhão, um corridinho ou uma chotiça, são sempre um pingo de portugalidade.

Santos: Um porto mais qualificado

Desde quando ao final do século XVIII D. Bernardo José Maria de Lorena e Silveira (1756-1818), governador e capitão-general da capitania de São Paulo, mandou construir na Serra do Mar uma calçada empedrada.

Portugal-Brasil: A Força do Destino

A morte trágica do ex-Governador de Pernambuco Eduardo Campos, a semana passada em Santos, traz incontornavelmente à memória dos Portugueses o acidente de Camarate, em 1980, no qual faleceu, em circunstâncias idênticas, o então primeiro-ministro português Francisco Sá-Carneiro.

Barbaridades contra a Língua Portuguesa

A crença de Ernani Pimentel e do ‘Movimento Simplificando a Ortografia’ de que “a simplificação ortográfica é a porta para a eliminação do analfabetismo”, revela-se como despiste ou desorientação.

Comércio global: as regras do jogo

As próprias lideranças industriais, que já manifestaram sua decepção e desconfiança com o atual modelo econômico, vêm pedindo há muito uma mudança de rumo em busca de maior produtividade para o setor.

Dois pesos, duas medidas – O mesmo alinhamento

Enquanto no caso do avião a nota dominante é a acusação praticamente aberta de que a responsabilidade – direta ou indireta – é da Rússia, no caso do conflito do Oriente Médio a posição é bem mais cautelosa.

Brasil-Portugal: uma nova parceria

Nesse sentido, Portugal, parceiro da União Europeia, pode funcionar para o Brasil como via de acesso ao grande mercado europeu, desde que haja maiores vantagens.

O melhor amigo de Mozart

O cão não é apenas animal de estimação, presta, desde tempos imemoriais, valiosos serviços. É o único ser, que consegue apenas viver de amor.

Neymar fora da copa: houve crime?

Quando um jogador disputa a bola e vai na bola, estamos diante de um risco permitido (isso está permitido pelas regras do jogo).

Antes de mais, o que é folclore?

Considerado pela UNESCO como “cultura tradicional e popular” entenda-se como tradicional os comportamentos, os usos, as vivências, os valores que qualquer grupo social, relevante culturalmente.

MANIFESTO 2014: 800 anos da Língua Portuguesa

A língua que falamos não é apenas comunicação ou forma de fazer um negócio. Também é. Mas é muito mais. É uma forma de sentir e de lembrar; um registo, arca de muitas memórias; um modo de pensar, uma maneira de ser – e de dizer.

O jogo que eu vi – Estados Unidos x Portugal

Um encontro bastante disputado até ao apito final do árbitro, onde, para início de conversa, a “Seleção das Quinas” era tida como favorita absoluta em face da sua incontestável superioridade técnica, ademais contando com o Cristiano Ronaldo.

O jogo que eu vi – Alemanha x Portugal

Um encontro que se presumia bastante disputado acabou surpreendendo pela facilidade da Seleção Alemã em criar situações de gol, haja vista a postura do time em campo resultando numa tática de jogo notória

Sem imprensa local, não há democracia

É do conhecimento geral que a imprensa portuguesa atravessa, atualmente, grave crise. As vendas diminuíram, assim como a publicidade, devido, em parte, á crise econômica que abalou o País.

Eleições para Parlamento Europeu a 25 de Maio

Desta vez, são os cidadãos votantes, e não os chefes dos governos, que elegem o presidente da Comissão Europeia. Com o Tratado de Lisboa (2009) o PE passou a ter o poder de aprovar ou desaprovar a escolha do Conselho para o Presidente da Comissão.

Quadragésimo Aniversário da Revolução dos Capitães de Abril

Quem foram os vencedores e os perdedores da nação? Numa data de ênfase de mitos e feitos da revolução, a sociedade precisaria de cabeça fresca para a avaliar e melhor entender a realidade em que se encontra e, a partir daí, melhor poder construir um Portugal moderno e mais justo.

Crônica: finalmente compreendi a crise

“Por que não alterar o IRS para que todos paguem, igualmente, a divida colossal? É o imposto menos injusto que há, já que se pode salvaguardar as famílias numerosas e casais em que o único rendimento é a reforma de um dos conjugues?”

Crônica: Quanto custa? Preços de 1973

O tempo do “arroz de quinze” ou do bacalhau a oito tostões, que meu pai adquiria na mercearia do Sr. Ferreira – importante estabelecimento que havia na rua do General Torres, em Gaia, – há muito terminou.