Destaques da Semana: A decisão da Taça de Portugal

Após 65 anos, o Porto vence sua 2° Taça de Portugal em cima do Benfica (nas nove decisões da Taça entre os dois, o Benfica houvera vencido 8 e o Porto apenas uma). No total, os encarnados faturaram até agora a Taça por 26 vezes enquanto os dragões apenas 17.

As apostas esportivas estão em alta com a volta dos campeonatos de futebol

Após um longo período de isolamento social em função da pandemia, a bola voltou a rolar no mundo do futebol. Isso significa que, além de assistir ótimas partidas da sua modalidade favorita, você pode aproveitar para começar a tentar ganhar dinheiro com os investimentos esportivos.

Os melhores cassinos de Portugal

É impossível mencionar a vida noturna de Portugal sem citar os cassinos. Dentro ou perto de praticamente todas as grandes cidades do país contam com um estabelecimento do tipo e isso está enraizado na parte cultural do entretenimento português.

Jorge Jesus recordou “13 meses de uma união perfeita” no Flamengo

O novo treinador de futebol do Benfica, Jorge Jesus, recordou pelas redes sociais “13 meses de uma união perfeita” ao despedir-se do Flamengo, num “fim de um ciclo” sem “mágoas” e “ressentimentos”, em que demonstrou “eterna gratidão” pela “nação rubro-negra”.

Destaques da Semana: Superliga e últimas notícias

A 30° jornada só terminou na segunda-feira (06/07) quando o Sporting foi até Moreira de Cônegos e mesmo com um jogador a mais por quase 40 minutos (o Moreirense teve um atleta expulso no início da etapa final) não saiu do empate sem gols.

Indústria do futebol: Os riscos e as oportunidades do clube-empresa no Brasil

O abismo que separa a indústria do futebol brasileiro da que se vê nas principais ligas europeias pode ser reduzido se os próximos passos forem bem dados. Um estudo divulgado nesta terça-feira (30) pelo Itaú BBA, assinado pelo consultor de Finanças do Esporte, Cesar Grafietti, mostra que o momento, apesar de difícil, é oportuno para mudanças e comprova o quanto nossos clubes já deixaram de evoluir por amadorismo, individualismo e problemas de gestão.