Cristiano Ronaldo diz que ser aplaudido por adeptos da Juventus foi fantástico

Da Redação
Com Lusa

O português Cristiano Ronaldo admitiu que foi excelente ser aplaudido pelos adeptos da Juventus, depois de marcar um gol de pontapé de bicicleta na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol.

“[Ser aplaudido pelos adeptos da Juventus] Foi apenas excelente. Nunca tinha acontecido na minha carreira”, referiu o português, em declarações ao site da UEFA.

Na reedição da final de 2017, Cristiano Ronaldo voltou a ser decisivo, com dois gols, o segundo de bicicleta, que fez com que muitos adeptos da Juventus o aplaudissem, além de ter assistido Marcelo para o terceiro gol do triunfo dos ‘merengues’ por 3-0 em Turim.

“Grande gol. O que posso dizer? Fantástico. Não esperava marcar aquele gol, mas vamos falar do jogo. Penso que o jogo foi incrível. Marcamos três gols à Juventus, uma grande equipe. Jogamos bem e, como é óbvio, estou feliz. Ajudei a equipa, marquei dois gols, foi uma grande noite”, assumiu.

Mundo fala nisso

O feito levou diversas figuras do futebol mundial a prestarem homenagem ao jogador português CR7.

Da ‘vítima’ Gianluigi Buffon, que assistiu sem reação ao voo do avançado do Real Madrid, ao treinador Zinedine Zidane, que levou a mão à cabeça, incrédulo com o gesto, passando pelas reações nas redes sociais de Frank Lampard, Alvaro Arbeloa, Gary Lineker e até LeBron James, da NBA, o tom é de admiração unânime por Ronaldo.

“Ronaldo é um campeão de nível extraordinário. Juntamente com Messi, é o único jogador que constrói as vitórias mais importantes da sua equipa. Pode ser comparado a Maradona e Pelé”, afirmou ‘Gigi’ Buffon, secundado pelo colega Barzagli: “Ele marcou um gol que vai correr mundo e infelizmente foi contra nós. Foi um gol de PlayStation.”

A assistirem de perto nos bancos de suplentes, os treinadores das duas equipas, Zinedine Zidane e Massimiliano Allegri, não rotularam o gol do número sete dos ‘merengues’ como o melhor da história do futebol, mas vincaram o seu enorme talento.

“Não sei se o gol de Cristiano é o melhor da história, mas é certamente um gol extraordinário”, sublinhou Allegri, enquanto Zidane reagiu com boa disposição à comparação com o seu gol de pontapé de moinho na final da ‘Champions’ de 2002: “O meu de Glasgow? Mais bonito, mas este foi o último. Podemos dizer que é um dos melhores da história, mas não tanto como o meu”.

As imagens do gol de Ronaldo correram de forma célere pela internet e muitas figuras do futebol recorreram ao Twitter para expressarem também a sua estupefação pelo momento de inspiração. Uma dessas vozes foi a de LeBron James, basquetebolista dos Cleveland Cavaliers e uma das maiores estrelas da NBA.

“Vocês não estão entretidos? Cristiano, isto nem sequer é justo. Indecente”, escreveu LeBron James. Já Frank Lampard considerou que este gol foi “o melhor” da carreira de Ronaldo, enquanto Peter Crouch lembrou um gol seu de pontapé de bicicleta ao serviço do Liverpool para dizer que “apenas alguns de nós conseguem fazer aquilo”.

Outras reações mais bem-humoradas vieram de Arbeloa, antigo companheiro do jogador português, que disse que “Ronaldo já pode abandonar a Terra e jogar contra os marcianos”, ao passo que Zlatan Ibrahimovic ironizou ao afirmar que “foi um bom gol, mas que Ronaldo devia tentar fazê-lo a 40 metros”, aludindo ao seu gol de bicicleta pela Suécia contra a Inglaterra, em 2012.

A admiração pelo voo do jogador, de 33 anos, foi resumida num artigo de opinião de Manuel Jabois, no diário El País, que com o título “Cristiano assim na área como no céu” descreveu o momento como “o gol de uma geração”, apontado frente a uma “lenda viva” como Gianluigi Buffon, o histórico guardião da Juventus.

O gol de Ronaldo deu também que falar pelos números ‘estratosféricos’ do pontapé de bicicleta.

De acordo com a medição do jornal espanhol Marca, o capitão da seleção portuguesa desferiu o remate a 2,38 metros de altura, tendo ficado paralelo ao relvado a 1,41 metros de altura. Já o remate terá saído para a baliza a cerca de 72 quilômetros/hora.

Com o ‘bis’ à Juventus, Ronaldo elevou ainda os seus recordes na prova. O avançado, que lidera os melhores marcadores, com 14 gols, bateu o recorde que pertencia a Ruud Van Nistelrooy de jogos consecutivos a marcar na ‘Champions’, somando agora dez partidas (nove desta edição e a final de 2016/17) sempre a faturar.

No historial da competição, Ronaldo soma já 119 gols. Quando comparados os seus números com os clubes com mais gols no formato da Liga dos Campeões, o internacional luso é maior do que muitos emblemas históricos e ocupa mesmo o décimo lugar nessa hierarquia, liderada pelo Real Madrid, com 248 gols.

Na China

Um dos maiores portais de informação desportiva da China comparou o gol de bicicleta do futebolista com as acrobacias de Oliver Tsubasa, personagem de manga japonesa dos anos 1980.

“Foi através da série [Campeões: Oliver e Benji, em Portugal] que muitos de nós, ainda crianças, nos apaixonamos pelo futebol. E até hoje comparamos situações em jogos reais com as acrobacias daquelas personagens”, lembra o artigo publicado no portal sports.qq.com.

“O gol de bicicleta de Cristiano Ronaldo fez ou não sentir essa mesma paixão”, questiona o artigo, que é ilustrado de uma imagem do jogador português e da personagem manga Oliver Tsubasa a fazerem o mesmo movimento acrobático.

O capitão da seleção portuguesa de futebol ‘C Luo’ [Cristiano Ronaldo, em chinês] é o português mais conhecido na China.

Uma das suas contas na rede social chinesa Weibo tem quase um milhão e meio de seguidores.

Confira os lances do jogo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend