Falece em São Paulo o Cônsul Honorário de Portugal em Santos Armênio Mendes

Armênio Mendes e esposa. Foto Mundo Lusíada

 

Mundo Lusíada

Faleceu na manhã de hoje, 13 de outubro, em São Paulo, do Cônsul Honorário de Portugal, empresário luso santista, Armênio Mendes, aos 73 anos, que lutava contra um câncer no abdômen há dois anos e estava internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde veio a falecer por volta das 11 horas desta manhã.

Um grande exemplo na diáspora portuguesa, Sr. Arménio Mendes nasceu em 1944 em Chão de Couce, Ansião, Leiria, Portugal e emigrou para o Brasil no ano de 1963.

Em novembro de 2008 o então embaixador Francisco Seixas da Costa nomeou Armênio Mendes, cônsul honorário em Santos. E com ajuda dos seus colaboradores, Armênio revolucionou todo o sistema de atendimento do órgão, se tornando um modelo para a rede consular portuguesa.

Total apoiador do Mundo Lusíada e de diversas iniciativas lusas, o empresário foi um grande incentivador do associativismo, da cultura portuguesa, fazendo parte de várias entidades como o Centro Cultural Português e a Beneficência Portuguesa, para além de apoiar todas as entidades luso-brasileiras da região.

Sr. Arménio deixa a viúva D. Celeste Mendes, os filhos Paulo Mendes, Alex Mendes, Carina Mendes, para além de sete netos.

O velório será realizado a partir das 20h00 do dia 13 no Salão Nobre do Paço Municipal de Santos. O corpo será sepultado dia 14 de Outubro no Memorial de Santos, pelas 17h00.

Nota da SECP

Em comunicado, a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas recordou o comendador Mendes como uma “personalidade de enorme prestígio e carisma da comunidade luso-brasileira”.

Armênio Mendes “prestou elevados serviços ao Estado português e contribuiu para qualificar de forma ímpar o posto, aproximando-o definitivamente da comunidade luso-brasileira, junto da qual granjeou enorme estima e respeito”, lê-se na nota do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

“O Governo enaltece o seu envolvimento ativo e pessoal, desde a primeira hora, na vida daquela comunidade e a obra social, educativa e cultural que ali deixa feita, assim tendo revelado também todo o seu humanismo”, acrescenta.

A nota ainda diz que Armênio Mendes foi “grande empresário da Baixada Santista” e conquistou “enorme respeito e prestígio na região e junto das autoridades estaduais e municipais”. “O seu falecimento representa uma perda irreparável para a família, para Portugal e para a comunidade luso-brasileira”, considera o Governo transmitindo condolências à família e à comunidade em Santos.

De acordo com dados do Governo, o consulado honorário de Portugal em Santos tem inscritos 37.178 portugueses.

Santos de Luto

O prefeito de Santos Paulo Alexandre Barbosa decretou três dias de luto após o falecimento do empresário. “Neste momento de dor, nos solidarizamos com a família, que perde seu ente querido, mas certamente a Cidade e a região perdem também um grande visionário, que acreditou em Santos, aqui deixou seu legado e contribuiu para a transformação da vida de milhares de pessoas em Santos e na Baixada Santista”, disse o chefe do Executivo em nota à Imprensa.

Empreendedor de sucesso, Armênio lançou ainda este ano a maior obra da história do grupo e da cidade em Santos, com um grandioso projeto, na presença de toda família. Prestigiado não só no litoral, Mendes recebeu em 2014, em sua comemoração de aniversário, o então vice presidente Michel Temer, além dos prefeitos das cidades litorâneas.

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend