Quarta, 18 de Outubro de 2017 Mundo Lusiada no Facebook Mundo Lusiada no Twitter Mundo Lusiada no YouTube

Grêmio Português comemora 150 anos com autoridades portuguesas, paraenses e mais de mil convidados

Por | 6 outubro, 2017 as 5:46 pm | Nenhum comentário

Mundo Lusíada
Foi memorável a comemoração oficial dos 150 anos de fundação do Grêmio Literário e Recreativo Português de Belém do Pará. Na noite de 29 de setembro, a atual diretoria reuniu na sua sede campestre cerca de 1.100 convidados, entre autoridades e representantes da comunidade portuguesa dos estados da região norte do país. O governador do Estado e o vice-prefeito também marcaram presença, além do Embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Cabral.
Foram 110 homenageados nesta noite de personalidades que participaram da construção da sede e contribuem até hoje com o clube. “Tivemos todas as autoridades do executivo e legislativo do Estado do Pará. Não faltou nenhuma, desde o governador ao secretário, representantes da Marinha, Exército, Aeronáutica, Tribunal de Justiça, Corpo de Bombeiros”, nomeou o presidente do clube Alírio Gonçalves.
O governador Simão Jatene parabenizou toda diretoria que esteve unida em torno de um objetivo, e comentou sobre o importante papel da comunidade portuguesa no Pará. “Não só no descobrimento e colonização, isso seria de um reducionismo injusto. Somos irmãos de alma, as nossas identidades são grandes”, comentou o governador do Estado. “Me sinto feliz por participar deste momento, e mais uma vez agradeço a todos que contribuíram. Aqui na Amazônia, falar em 150 anos de uma instituição que se construiu e sobrevive, mais do que isso, continua crescendo com vitalidade, é fantástico”, declarou Jatene.

Embaixador fala do exemplo no associativismo
“É uma noite de grande emoção porque não é comum uma associação portuguesa no estrangeiro comemorar 150 anos, há outras que também são centenárias, mas o interessante é o exemplo de associativismo, ou seja, de união e ao mesmo tempo integração com a sociedade local. Não ficaram isolados mas souberam misturar-se e sentir-se ao mesmo tempo portugueses e paraenses. Isso é muito bonito, digno de ser registrado e merecido de ser devidamente comemorado com essa noite mágica que estamos aqui a assistir. Tenho muito orgulho de estar aqui como Embaixador de Portugal”, disse Jorge Cabral ao Mundo Lusíada.
Cabral ainda elogiou a programação da semana que coroou o aniversário do Grêmio com encontros “úteis” para futuras cooperações. A comunidade na região norte é “produtiva e acolhedora” elogiou o Embaixador, e citou o clube como um marco de Portugal no Pará. Segundo ele, no início a união era o caminho para os portugueses que pouco conheciam o país, mas atualmente o futuro da comunidade é a integração. “No fundo são as associações que souberam evoluir no sentido de trabalhar para a comunidade, por exemplo os hospitais como o que visitei, ou então serem centros de agregação não só de portugueses como também daqueles que sentem bem dentro do clube”.
Participaram do evento ainda o vice-prefeito de Belém, Orlando Reis, o vice-cônsul de Portugal em Belém, Francisco Brandão, o deputado da Assembleia da República Carlos Páscoa, o presidente da Câmara Municipal, Mauro Freitas, o ex-cônsul de Portugal em Belém Joaquim Rosário (atualmente em Paris), além dos secretários de Estado da Saúde, Cultura, Turismo, e representantes da Câmara Portuguesa no Pará, Beneficente Portuguesa, Associação Vasco da Gama, Tuna Luso-Brasileira, e de associações portuguesas em São Luis do Maranhão e Manaus.
As autoridades portuguesas e paraenses estiveram entre a centena de nomes homenageados nesta noite. Depois da diretoria, foram homenageados os beneméritos, como Antonio de Brito, o mais antigo sócio do Grêmio, seguido pelos ex-presidentes do clube, além da comissão organizadora dos 150 anos, as ex-rainhas do Grêmio, entidades parceiras e a imprensa local. Ao final, o próprio presidente do Grêmio foi homenageado em nome do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Pará, entregue pelo presidente Luiz Otavio, elogiando o trabalho “incansável” do presidente Alírio.

Atual gestão
Em seu discurso, o presidente Alírio Gonçalves saudou as autoridades e citou a entidade centenária como Patrimônio Cultural e Imaterial do Pará, que recentemente ganhou ainda o status de entidade de utilidade pública do Estado. “São 150 anos com vigor de adolescente, muito ainda há de se conquistar”, disse Alírio citando projetos na área de esporte, complexo de saunas e novo restaurante que será aberto na sede campestre. O presidente ainda agradeceu aos seus pais, aos filhos e a esposa Sonia Regina, e por fim, os quase 10 mil associados que dão vida ao clube.
“Comemorar 150 anos não é para qualquer agremiação. Os mais de 9 mil sócios do Grêmio estão felizes por ter um clube assim, que une portugueses e paraenses. Parabéns a essa grande agremiação”, disse o presidente ao Mundo Lusíada.
Receber as mais altas autoridades do Estado é só para quem tem prestígio. “Tudo é questão de dinamismo, a diretoria tem que ser dinâmica, mas também a credibilidade. O Grêmio oferece essa credibilidade, eu sou amigo de todos, eles me prestigiaram porque gostam do Grêmio”. E segundo o presidente, muitas das autoridades que participaram das comemorações confirmaram que vão voltar como associados. “O governador pediu a proposta amanhã porque quer ser o novo sócio do Grêmio. Isso me faz feliz e a comunidade portuguesa está de parabéns por ter essa grande agremiação”.
Presidido por um português, natural de Penacova, o Grêmio Português conta atualmente com 90% de associados brasileiros. Há 12 anos na frente do clube, Alírio pretende deixar a presidência daqui a um ano, no final dessa gestão. “Peguei o clube com 1500 sócios, hoje está com 9 mil. Isso é muito gratificante, fiz a minha parte, agora vem os novos para dar continuidade”, diz o presidente, que também seguiu os passos do pai. “Meu pai com 84 anos sempre prestigiou as associações portuguesas, ele que já foi presidente da Beneficente Portuguesa, e eu só faço seguir os caminhos que ele me ensinou”.
Para o presidente, a data dos 150 anos fechou com chave de ouro. “Não faltou nada, foi tudo 100%. E o Grêmio, o paraense já abraçou”.

Comemorações à altura
Foi uma semana de encontros com a comunidade luso-paraense que marcaram as comemorações oficiais, com apoio do Vice-Consulado de Portugal em Belém e do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado. A noite de requinte do dia 29 culminou num jantar à altura para todos os envolvidos, que se reuniram para brindar o ano especial de fundação.
No menu requintado, a gastronomia portuguesa e paraense se juntaram mais uma vez para marcar a data. No palco, o show Trilogia com os cantores paraenses Nilson Chaves, Lucinha Bastos e Marco Monteiro deram som ao luxuoso jantar.
Mas não acabou por aí. Na noite seguinte, dia 30, o Grêmio Português esteve lotado novamente para o show de destaque da programação dos 150 anos. Ivan Lins, Toquinho e MP4 eternizaram o espetáculo “50 Anos de música” na memória dos presentes na sede do clube. Um público que mostrou interação com os músicos e animação durante todo o show, e deixou um sentimento de querer bis e votos de muitos outros aniversários no Grêmio.



+ Acessadas



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
© 2011 Jornal Mundo Lusíada - RVR PROMOÇÕES E PUBLICIDADE LTDA. Todos os direitos reservados.
Assine - Fale Conosco - Publicidade