Restaurantes e hotéis em Portugal e Espanha são os mais baratos entre países europeus

Da Redação
Com Lusa

Portugal e Espanha tiveram, em geral, preços inferiores aos praticados nos 28 Estados da União Europeia em 2018, tendo a diferença mais acentuada sido registrada no agregado “restaurantes e hotéis”.

Segundo a publicação ‘Península Ibérica em Números – 2019’ do Instituto Nacional de Estatística (INE), os autores indicam que, tendo como referência 100 os preços da UE, os preços do agregado “restaurantes e hotéis” em Portugal foram 77,8.

Em contrapartida, em 2018, as exceções foram os agregados “comunicações” nos dois países (Espanha: 140,1 e Portugal: 119,7) e “vestuário e calçado” em Portugal (104,3).

Em relação à captura de peixe, o estudo indica que Espanha foi o país dos 28 da UE que mais capturou em 2018, 879,4 mil toneladas, que corresponde a 21,8% do total de pescas da UE, tendo Portugal ficado muito aquém, com 201,9 mil toneladas, ou seja, 5,0% do total.

O estudo refere também que em 2018 os turistas com residência no Reino Unido e na Alemanha foram os que mais pernoitaram nos estabelecimentos hoteleiros dos dois países.

Em Portugal, os turistas do Reino Unido representaram 21,0% e os da Alemanha 13,2%, enquanto em Espanha, os do Reino Unido corresponderam a 25,2% e os da Alemanha a 20,7%.

As projeções de população para o período 2040-2100 indicam uma redução da população nos dois países, moderada em Espanha (que terá, ainda assim, valores superiores aos registados em 2018, depois de um aumento até 2050) e bastante acentuada em Portugal (menos um terço relativamente aos valores de 2018).

No período 2009-2018, a idade média das mulheres quando são mães pela primeira vez aumentou de forma contínua nos dois países, sempre mais elevada em Espanha do que em Portugal, (em 2018: 29,8 anos em Portugal e 30,1 anos em Espanha).

Estes e outros temas são abordados na publicação conjunta dos INE de Portugal e de Espanha da 16.ª edição de Península Ibérica em Números/Península Ibérica en Cifras, correspondente a 2019, em edição trilingue (português, espanhol e inglês).

Na publicação é divulgado um conjunto relevante de indicadores estatísticos oficiais agrupados em 14 temas, que permitem comparar estes dois países vizinhos e observar a posição de cada um no contexto da União Europeia.

Em múltiplos casos, a informação é apresentada com detalhe a nível regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend