Novela brasileira será gravada em Macau

Da RedaçãoMundo Lusíada

Vanessa Sene – maio.2004/Mundo Lusíada

>> Centro de Macau, China

“Negócio da China”, nova novela brasileira produzida pela Rede Globo de Televisão e de autoria de Miguel Falabella, inclui Macau no seu roteiro. A nova mega produção será transmitida também no arquipélago chinês.

A informação é do diretor de arte, Moa Batsow, em companhia dos diretores Flávia Lacerda e o macaense Dani Hu, diretor de produção, durante participação na festa do Dia de Macau e do 19º aniversário da Casa de Macau de São Paulo, realizado no último 21 de junho.

Miguel Falabella já tinha planos de escrever uma novela cuja trama passaria na China, aproveitando também o momento dos Jogos Olímpicos. E um dos motivos da escolha feita por Macau foi ter a língua portuguesa como um dos idiomas oficiais.

A RAEM – Região Administrativa Especial de Macau é autônoma da República Popular da China, tendo leis portuguesas vigentes no arquipélago até 2050. Cerca de 90% da população fala o cantonense, seguido do mandarim, e cerca de 4% falam o português. A transferência de território para a China, que foi colonizado por Portugal, ocorreu em 20 de dezembro de 1999.

Viagem a MacauNa sexta-feira, 4 de julho, esteve programada uma viajam para Macau dos diretores da emissora acompanhados por Rogério Luz, membro do Conselho das Comunidades Macaenses em São Paulo, e autor do Projeto Memória Macaense (www.memoriamacaense.org). Luz irá assessorar os contatos preliminares para viabilizar o início das gravações, que deve começar entre os meses de agosto e setembro. “Certamente será uma boa divulgação de Macau que passará a ser mais conhecida no mundo através da tela da televisão” diz Rogério da Luz.

A viagem permitirá identificar possíveis locais para as gravações externas, como ruas, cassinos, ambientes residenciais e escritórios, entre outros para montagem da cidade cenográfica, além de estabelecer contatos para obtenção de apoio logístico, já que a história inclui cenas de perseguição pelas ruas de Macau. A Globo espera contar com o apoio do governo, já que suas novelas têm a maior audiência no Brasil, além de serem exportadas para mais de 150 países, entre eles a China, informou Rogério Luz.

Durante a festa da Casa de Macau, que contou com a presença de cerca de 250 pessoas, o presidente da entidade Herculano Alexandre Airosa dispensou um bom tempo para falar sobre a RAEM, prometendo todo o apoio necessário ao projeto.

“Negócio da China”Na nova novela das 6 na Rede Globo, traz o ator Fábio Assunção como protagonista da trama. A história teria como ponto de partida um golpista que desvia 1 bilhão da máfia chinesa para uma conta na Suíça. Dados gravados num “pen drive” acabam ficando com uma portuguesa que está embarcando para o Brasil, depois que ele joga o objeto na sua bolsa, durante uma perseguição.

Além de filmagens em Macau e Portugal, a novela deverá ser ambientada em São Paulo e Rio de Janeiro, e contará com quatro atores portugueses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend