Embratur busca aumento da conectividade aérea entre Brasil e Portugal

Da Redação

Durante missão em Portugal, que visa atrair mais turistas para o Brasil, o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, se reuniu no último dia 21 com o fundador e presidente do Conselho de Administração da EuroAtlantic Airways, Tomaz Metello, na sede da empresa em Lisboa. O assunto debatido foi o aumento da conectividade aérea entre as duas nações.

De acordo com o presidente da Embratur, o representante português demonstrou bastante interesse em voltar a voar para o Brasil. Tomaz Metello informou que a companhia aérea chegou a operar Lisboa-Maceió. Segundo ele, “o Brasil precisa de desburocratizar para melhor atrair empresas internacionais e, consequentemente, atrair mais visitantes e recursos para o país”.

“É importante que sejam estabelecidas parcerias com outras companhias aéreas. A TAP, por exemplo, utiliza aeronaves da EuroAtlantic Airways para operar Lisboa-Caracas duas vezes por semana”, informou o presidente Tomaz Metello.

Gilson Machado Neto informou ao fundador da companhia que o aeroporto de Maceió passou por uma reclassificação e vai passar a receber aviões maiores, que vêm de países mais distantes. “Um dos principais trabalhamos que temos feito, após assumir a Presidência da Embratur, é conversar com representantes de empresas nacionais e internacionais para aumentar o fluxo aéreo para o Brasil. A mudança de categoria do aeroporto Zumbi dos Palmares, em Alagoas, também esteve nas tratativas que tivemos no estado”, disse o presidente.

Para Tomaz Metello, a EuroAtlantic pode ajudar a melhorar o tráfego de aviões no Brasil. “Basta que a agência reguladora responsável pela aviação civil autorize empresas aéreas nacionais a buscarem capacidade extra com a nossa companhia”, defendeu.

Ele sugeriu, ainda, que haja no Brasil uma legislação temporal “para abertura de contratação de empresas do exterior, por um período de tempo (6 meses, por exemplo)”. O representante da companhia afirmou que essa é uma das possibilidades de resolver a falta de aeronaves no Brasil.

Ainda durante o encontro, que também contou com a presença de Eugenio Fernandes, CEO e membro do Conselho de Administração da EuroAtlantic Airways, do diretor de Marketing da Embratur, Osvaldo Matos e do assessor da Presidência, Rafael Luisi, o presidente do Instituto apresentou as novas ações desenvolvidas para atrair mais turistas internacionais para o Brasil.

Um dos destaques elogiados pelos representantes da companhia aérea foi a isenção de vistos para australianos, canadenses, norte-americanos e japoneses. “A ideia da liberação dos vistos é uma jogada fantástica do governo brasileiro, pois tira barreiras para a locomoção de turistas pelo mundo”, afirmou Tomaz Metello.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend