Governo português saúda eleição de António Vitorino para diretor-geral da OIM

Mundo Lusíada
Com Lusa

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou António Vitorino pela sua eleição para diretor-geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM), bem como o Governo e a diplomacia portuguesa.

O advogado António Vitorino, antigo comissário europeu, foi eleito diretor-geral da OIM por aclamação, na quarta ronda de votações, vencendo a candidata costa-riquenha Laura Thompson.

A candidatura do socialista – que foi ministro da Presidência e da Defesa Nacional – à liderança desta organização fundada no início da década de 1950 foi formalizada pelo Governo português em dezembro do ano passado.

Segundo a Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa “falou com o doutor António Vitorino, que felicitou calorosamente pela sua eleição, por aclamação, para diretor-geral da OIM”, organização com 169 Estados-membros integrada no sistema das Nações Unidas.

“O chefe de Estado felicitou igualmente o Governo, nomeadamente o primeiro-ministro e o ministro dos Negócios Estrangeiros, e a diplomacia portuguesa por mais este excelente resultado, que confirma e reforça o papel do nosso país na cena internacional”, lê-se na nota.

O Presidente da República considera que “a eleição do doutor António Vitorino tem uma grande importância para Portugal, numa área tão importante e sensível como a das migrações”.

Também o primeiro-ministro divulgou sua congratulação. “Portugal continua a assumir as suas responsabilidades na gestão global das migrações com a eleição de António Vitorino para diretor-geral da OIM (Organização Internacional para as Migrações), que felicito calorosamente”, escreveu o líder do executivo português em rede social.

A OIM foi integrada na estrutura multilateral da ONU a 25 de julho de 2016. Antes, a organização tinha recebido, em 1992, o estatuto de observador permanente na Assembleia-Geral da ONU e firmado um acordo de cooperação (1996). A par dos 169 Estados-membros, a OIM conta com oito países que detêm estatuto de observadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend