Mudança climática ajudará produção de etanol, diz Embrapa

Da Agencia Lusa

A mudança climática causada pelo aquecimento global afetará a produção agrícola brasileira nos próximos anos, com diminuição da produção de grãos e aumento da cana-de-açúcar e do etanol, segundo um estudo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com a Universidade de Campinas.

O estudo divulgado na segunda-feira 11 de agosto indica que, até 2020, o Brasil deverá registrar a perda de áreas atualmente cultiváveis, num prejuízo estimado em 2,8 bilhões de euros.

O estudo da Embrapa analisou impactos também nas plantações de algodão, arroz, girassol, milho, mandioca, soja e de cana-de-açúcar. A mudança climática favorecerá apenas a cana-de-açúcar, utilizadas para produção de etanol, porque as plantações poderão migrar também para a região Sul do país, com o aumento da temperatura.

Com uma safra anual de cerca de 140 milhões de toneladas, o Brasil é auto-suficiente na produção de alimentos, importando apenas trigo e, atualmente, é o maior exportador mundial de café, açúcar, suco de laranja, frango, carne bovina e o segundo em soja.

Num cenário otimista, com um aumento da temperatura de 1,5 a dois graus entre 1990 a 2020, apenas as plantações de soja, por exemplo, vão diminuir 22%, com prejuízos de 1,6 bilhões de euros. O café será o segundo produto mais afetado pela mudança do clima, com uma diminuição da aérea plantada de 6,7% e prejuízos de 247 milhões de euros.

O aumento da temperatura provocará igualmente a transferência de plantações entre as regiões Sul e Nordeste para o Centro-Oeste do Brasil, que deverá transformar-se no maior celeiro de grãos do país.

As produções agrícolas das regiões Norte e Nordeste serão as mais afetadas pelas mudanças climáticas, uma vez que o calor aumentará a transpiração das plantas e exigirá maior consumo de água, o que faz secar o solo, indica o estudo. A conseqüência imediata será o prolongamento das estiagens nessas regiões, enquanto as geadas ficarão mais raras na região Sul do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Send this to a friend