Europa atinge recorde de 241,4 milhões de pessoas empregadas no segundo trimestre

Da Redação
Com Lusa

O mercado de trabalho na União Europeia (UE) atingiu um recorde de 241,4 milhões de pessoas empregadas no segundo trimestre deste ano, tendo sido criados, nos últimos seis anos, mais de 17 milhões de empregos.

Os dados divulgados num relatório da Comissão Europeia sobre emprego e desenvolvimento social na Europa, referente ao segundo trimestre deste ano, demonstram também que, na zona euro, eram 160 milhões as pessoas empregadas neste período.

O documento revela também que, desde o início de 2013, quando este indicador atingiu a maior quebra, foram criados mais de 17 milhões de postos de trabalho na Europa, a maioria dos quais empregos permanentes.

Em comparação com o período homólogo de 2018, no segundo trimestre deste ano, foram, nomeadamente, criados 2,5 milhões postos de trabalho permanentes.

“Nunca houve tantas pessoas empregadas na UE”, observa em comunicado a comissária europeia para o Emprego, Assuntos Sociais, Competências e Mobilidade Laboral, Marianne Thyssen.

Também o desemprego na UE está agora no nível mais baixo alguma vez registado, tendo recuado em 11 milhões de pessoas desde o pico observado em abril de 2013, destaca ainda o executivo comunitário na nota.

Em Portugal, a taxa de desemprego situou-se em 6,5%, sendo inferior à registrada na zona euro mas superior à da União Europeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend