Em parceria com Portugal, Bahia inaugura AIR Centre com investimento de R$ 15 milhões

Da Redação

Com o tema ‘Promovendo Redes de Inovação para o Nordeste Brasileiro’, o I Fórum Internacional do Meio Ambiente e Economia Azul foi aberto na manhã desta quarta-feira (14), no Senai Cimatec, em Salvador.

Durante o evento, foi anunciado a implantação de uma unidade do Centro Internacional de Investigação do Atlântico (AIR Centre), na capital baiana, em parceria com o governo português. Também participa do evento o ministro de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor.

Plataforma para o desenvolvimento de atividades de investigação nas áreas do clima, terra, espaço e oceano, o AIR Centre vai receber investimentos de aproximadamente R$15 milhões e será inaugurado nesta sexta-feira (16), no Instituto de Geociências, da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

O governador Rui Costa falou sobre a importância das parcerias que unem os potenciais do Brasil, principalmente do Nordeste, com a expertise de outras nações, como é o caso do Air Centre. “Queremos firmar parcerias para a preservação e também para a geração de emprego e renda, a partir do equilíbrio sustentável entre a utilização dos recursos naturais e a produção, seja ela agrícola, industrial ou tecnológica. Os nove estados do Nordeste estão dispostos a montar uma rede, com o objetivo de cooperar e juntar esforços a partir dos conhecimentos gerados. É isso que nós estamos buscando fazer, e esse encontro de hoje vem dar passos nessa direção”, declarou Rui.

O centro vai reunir atividades nas áreas da observação da Terra e aplicações computacionais, incluindo o recurso a metodologias de inteligência artificial no apoio à ciência e à pesquisa para a preservação dos ecossistemas marinhos e costeiros, e para o benefício das pessoas que vivem em torno do Oceano Atlântico.

Nos dois dias de evento, especialistas e gestores renomados de países como Estados Unidos, Portugal, Áustria, África do Sul e Gana palestram e debatem em mesas redondas, assistidos por uma plateia formada por 1.200 profissionais e estudantes da área da Bahia e de outros estados brasileiros que se inscreveram no evento.

A Economia Azul é um modelo de desenvolvimento que propõe mudanças estruturais no setor econômico, de forma a se basear no funcionamento dos ecossistemas. De acordo com o titular da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema), João Carlos Oliveira, o “ambiente marinho representa 40% do PIB europeu e nós temos uma área costeira significativa no Brasil, sendo mais de 3.300 quilômetros somente no Nordeste”, ressaltou.

Realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), o evento ainda tem como parceiro o Air Center, que é diretamente vinculado ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal.

O Ministro Manuel Heitor intervém no I Fórum Internacional Meio Ambiente e Economia Azul na palestra plenária sobre Interações Atlânticas que inclui a participação do Diretor do AIR Centre e representantes de instituições portuguesas no SENAI-CIMATEC em Salvador.

Manuel Heitor desloca-se ao Brasil para um conjunto de iniciativas que visam a promoção e reforço da cooperação científica e acadêmica entre Portugal e o Brasil, com ênfase nas relações com os Estados do Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Bahia.

O Ministro participa na inauguração de dois novos polos do Centro Internacional de Investigação do Atlântico – AIR Centre no Rio de Janeiro e em Salvador da Bahia, junto com o Diretor do Centro Internacional de Investigação do Atlântico – AIR Centre, José Joaquín Hernández-Brito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend