Madeirenses promovem Missa em Ação de Graças

Foto: Paulo Grant

Integrantes da Casa Ilha da Madeira de São Paulo estiveram reunidos, na sexta 30 de março, para a realização de uma Missa em Ação de Graças da comunidade luso-brasileira, na Igreja de São Marcos de Pedra Branca, em São Paulo. A idéia surgida de uma conversa com o professor Francisco Acácio de Oliveira e o Cel. Domingos (arquiteto que colaborou com a construção da igreja e participa da liturgia na Comunidade São Marcos), teve objetivo de agradecer “por todos os lusófonos acolhidos por esta pátria Brasil, para transforma-la e povoá-la com sua descendência rica em valores e perseverança” disse ao Mundo Lusíada Maria Sardinha, diretoria do grupo folclórico Infanto-Juvenil da Casa Ilha da Madeira.

A missa foi celebrada pelo Bispo D. Joaquim Justino Carreira (natural de Leiria) e o padre italiano Jose Radicci. No início da celebração, a Acolhida foi feita com alusão a uma carta de Pero Vaz de Caminha, seguindo a procissão de entrada com o grupo Infanto-juvenil tocando e cantando “Ave Maria”, o que emocionou muitos presentes. Fizeram parte da celebração ainda as bandeiras de Brasil e Portugal, Cabo Verde e Angola, as bandeiras das regiões autônomas da Ilha da Madeira e Açores, e foram mencionados Moçambique e outros territórios onde se fala o português. O Grupo Infanto-Juvenil teve um lugar reservado junto ao Coral e participou de toda a parte litúrgica, representando o imigrante. As leituras foram feitas pelos irmãos Lúcia, Francisco (Acácio) e Jacinta.

Ao final da celebração, o Pe. José Radici presenteou o Bispo com um terço de pedras brancas para não se esquecer da Comunidade de Pedra Branca. A outra surpresa foi oferecida ao Pe. José com a entrega do documento da Câmara Municipal de São Paulo, o título de cidadão paulistano, outorgado pelo projeto do vereador Eliseu Gabriel (PSB). O Pe. José ofereceu a Igreja São Marcos para ser a Igreja da Comunidade Portuguesa na região, e foi aplaudido por todos.

Ao final, o professor Acácio falou sobre a essência do povo português lembrando Fernando Pessoa e Camões, entre outros grandes portugueses. Após a missa, a comunidade seguiu para um jantar na Casa Ilha da Madeira de SP, preparado pelo Sr. Acácio, e para assistir a apresentação do Grupo Infanto-Juvenil que levou o público a dançar. “Com muita paz e alegria, apesar de todo o lado festivo, este evento foi mesmo um momento de Ação de Graças, onde Nossa Senhora e Nosso Pai querido foram os senhores do evento” relatou Maria Sardinha ao Mundo Lusíada. Agradecemos a colaboração de Maria Sardinha nesta matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend