Entre acordos, Pelotas recebeu Encontro das Comunidades e Lusodescendentes do Cone Sul

Mundo Lusíada

No fim de semana, a cidade de Pelotas recebeu o 30º Encontro das Comunidades Portuguesas e Lusodescentedes do Cone Sul, promovido pelo Centro Português 1º de Dezembro, com apoio da Prefeitura. Participaram delegações de Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Ijui, Montevideu e San Carlos.

Na noite de sábado, dia 01, a prefeita Paula Mascarenhas e o vice-prefeito Idemar Barz participaram de jantar na sede campestre do clube, com mais de 200 pessoas, na presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luis Carneiro, entre outras personalidades portuguesas.

No dia 02, a prefeita recebeu no Paço Municipal a comitiva formada por autoridades portuguesas e luso-descendentes para assinatura de protocolo de cooperação entre Pelotas e o Ministério de Negócios Estrangeiros de Portugal, representado pelo secretário de Estado, além do embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Cabral.

Esse é o 10º documento do tipo assinado no mundo e o primeiro da América Latina, junto ao assinado em Porto Alegre. Segundo Carneiro, a ideia é estreitar ainda mais os laços que ligam a comunidade pelotense à Portugal, reforçando um ciclo de reafirmação da presença lusa na cidade.

“Pelotas está para Portugal, assim como Portugal está para o mundo, e queremos destacar essa integração.” Segundo a prefeita, a vinda dos portugueses ao Município é importante para o turismo e para a história da cidade, pois leva para o outro lado do oceano o nome de Pelotas e traz reconhecimento aos descendentes de portugueses que vivem na região.

“Pelotas é a Capital do Rio Grande do Sul dos portugueses. Temos muito de Portugal em nossas origens e esse encontro reforça esses laços”, reforçou a prefeita.

Após a assinatura do termo de cooperação, a prefeita Paula Mascarenhas e os membros da comitiva abriram a exposição com itens da cultura portuguesa das famílias residentes no município – disponível na sala Frederico Trebbi, no Paço Municipal -, e no Largo de Portugal, inauguraram o busto do escritor Luis de Camões, ícone da literatura portuguesa e mundial.

“Assistimos hoje a um ato da maior importância, porque ao colocar o busto de Luís de Camões neste espaço, a Prefeitura de Pelotas está a associar a cultura portuguesa à esfera armilar que já existia nesta praça. Estamos, desde modo, a valorizar a cultura e o conhecimento como luz que orientou os portugueses durante os descobrimentos e nos séculos que se seguiram. Estamos, igualmente, a honrar valores de Portugal como a compreensão, a capacidade de dialogar com os outros povos, a justiça social e a autonomia dos cidadãos, que todos os dias são interpretados por homens e mulheres concretos, como são os portugueses no Mundo, de quem Portugal muito se orgulha. Esses são alguns dos valores que estão dentro da língua de Camões”, declarou o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

O poema “Verdes são os campos”, de Luís Vaz de Camões, foi declamado por jovens brasileiros, durante a cerimônia de colocação do busto do grande poeta português no Largo de Portugal.

O Embaixador Jorge Cabral, também presente no evento, evocou Luís Vaz de Camões. “Este momento de comunhão de valores é a demonstração de que tal como Camões afirmou, os velhos do Restelo não tinham razão. Com sonho, ambição e vontade podemos honrar a herança histórica e cultural de Portugal, neste caso com o país irmão que é o Brasil”, observou.

Encontro e herança
Organizado pelo Centro Português 1º de Dezembro, de Pelotas, o 30º Encontro do Cone Sul foi marcado pelo espírito da confraternização e da fruição da herança cultural portuguesa. A jornada iniciou-se dia 1 de dezembro com o seminário “Valorização do Patrimônio Material e Imaterial das Comunidades Portuguesas”.

Foram apresentados livros e comunicações sobre as marcas arquitetônicas portuguesas nas cidades do Rio Grande e de Pelotas, sobre a fundação da cidade de San Carlos (Uruguai) por parte de açorianos ou, ainda, sobre a evangelização católica no Rio Grande do Sul por parte dos portugueses.

O evento contou ainda com oficinas práticas de gastronomia e de artesanato. A noite foi reservada para apresentações de folclore e danças portuguesas, mas também dos países de acolhimento. Além da homenagem póstuma a um dos fundadores dos encontros do Cone Sul, Francisco Augusto João, e ao programa de rádio “Páginas de Portugal”, que se realiza ininterruptamente ao longo de 80 anos numa emissora local da cidade.

O presidente do Centro Português 1º de Dezembro, Newton Lopes e o coordenador do encontro do Cone Sul, Francisco Leal Serra, congratularam-se pelo modo como o evento se desenvolveu, na presença de autoridades portuguesas e luso-brasileiras.

Além do Secretário de Estado das Comunidades, do Embaixador de Portugal, estiveram no encontro também os deputados à Assembleia da República de Portugal, José Cesário e Carlos Páscoa, a Vice-Cônsul de Portugal no Rio Grande do Sul, Adriana Ribeiro, o vice-prefeito de Pelotas, Idemar Barz e os deputados estaduais Luís Henrique Viana e Eduardo Lara, além dos Conselheiros das Comunidades Portuguesas Flávio Martins (presidente), António David (Rio Grande do Sul) e Augusto Guerra (Uruguai).

Homenagem
Ainda durante a visita oficial, o Secretário José Luis Carneiro visitou Porto Alegre no dia 30, onde participou na cerimônia de imposição de insígnias da Ordem do Mérito à cidadã portuguesa Irene Abrantes.

Nascida no distrito de Aveiro e radicada em Porto Alegre, Irene Abrantes fundou em 1978 a Casa de Santa Rita de Cássia, um projeto social que acolhe e presta apoio a cerca de 40 cidadãos com lesões cerebrais e permanentes.

A imposição das insígnias foi feita pelo Embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Cabral, tendo José Luis Carneiro destacado o modo comprometido com o bem-estar dos outros que guiou o percurso de Irene Abrantes.

“Trata-se de uma personalidade com uma entrega especial aos cidadãos que mais dificuldades têm na nossa sociedade e que mais carecem do apoio público. Pelo modo concreto como construiu um projeto assente nos valores da solidariedade, é merecedora do nosso tributo público”.

Na mesma data, José Luis Carneiro celebrou com a prefeitura de Porto Alegre um protocolo de colaboração, tendo em vista a promoção do envolvimento da comunidade portuguesa nas atividades públicas da cidade.

O acordo visa “abrir as portas” dos espaços públicos às associações portuguesas, conferindo-lhes maior visibilidade. A assinatura do protocolo começou a ser conversada em dezembro de 2017, quando da primeira visita de José Luis Carneiro à capital.

Segundo o governo português, já teve resultados concretos, com a realização da semana cultural portuguesa em Porto Alegre, que reuniu exposições, exibição de cinema português e mostra sobre Almada Negreiros na prefeitura porto-alegrense.

Outra inovação foi a organização do I Encontro de Empresários Portugueses e Luso-Brasileiros, evento preparado pelo Vice-Consulado em articulação com a Câmara de Comércio Portugal-Brasil do Rio Grande do Sul e que atraiu cerca de uma centena e meia de participantes e contou com o envolvimento da AICEP – São Paulo.

A visita da comitiva portuguesa participou ainda de uma audiência com o Governador do Rio Grande do Sul em fim de funções, José Ivo Sartori. Confira mais momentos das autoridades portuguesas no Rio Grande do Sul:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend