Deputado diz que “é preciso fazer mais” para incluir jovens nas comunidades portuguesas

Por Vanessa Sene

Em visita ao Brasil, o deputado português da emigração José Cesário (PSD) falou em entrevista ao Mundo Lusíada sobre a comunidade portuguesa no Brasil, e sobre um dos principais desafios atuais, a continuidade das comunidades portuguesas pelos jovens.

Mesmo destacando a total integração dos portugueses no Brasil, José Cesário disse que “é preciso fazer mais” para envolver mais participação jovem nas comunidades portuguesas.

“A nossa comunidade no Brasil, não é bem uma comunidade portuguesa, é uma comunidade luso-brasileira, muito bem integrada. Então, muito diferente de quase todas as outras, a comunidade tem essa particularidade” comentou.

“Vamos a um evento e encontramos o neto de português, ao lado do português nato, outro brasileiro que não tem nada a ver com Portugal, imbuídos de um espírito de aproximação com Portugal. Esse espírito nunca desapareceu, pelo contrário, tem aumentado. A relação com Portugal é cada vez mais forte, e é para nós um fator de satisfação”.

Ainda assim, Cesário repara que em certas associações luso-brasileiras, os jovens não aparecem “como deveriam”, chamando a atenção para uma melhora nessa aproximação.

Cesário chama a comunidade “ao trabalho” relacionando temas predominantes como o apoio aos mais desfavorecidos, o apoio a divulgação da cultura portuguesa, seja mais populares ou mais eruditos, e na tentativa de atrair os mais jovens.

“Não podemos deixar que a relação com Portugal seja que ‘Portugal é um país interessante’, mas é preciso conhecer os pormenores da cultura portuguesa e sobretudo participar nas atividades e ações em tudo que tem a ver com Portugal”.

Cesário chama atenção para a preocupação com a participação jovem em diversas comunidades no mundo, e também em Portugal.

“As associações sociais e tradicionais, em qualquer ponto do mundo, tem um problema hoje que é disputar o público com realidades que são imbatíveis: a internet, a televisão, etc” diz ele citando que ações devem ser pensadas para reunir esse público “de vez em quando”, porque para reunir sempre seria “impossível”.

“Quando essas casas nasceram, nasceram para os portugueses se encontrarem, nessa altura, todos os fins de semana os portugueses se encontravam na França, no Canadá, nos Estados Unidos, onde quer que seja. Isto mudou e hoje há muitos locais que as pessoas podem se encontrar” diz Cesário citando uma atualização nas casas luso-brasileiras.

Para que os jovens participem, o deputado sugeriu que é preciso motivar líderes de opinião jovens, levá-los a Portugal, ou colocá-los a trabalhar em rede “uns com os outros”. “Neste aspecto já fizeram algumas coisas, ultimamente não tanto, mas é preciso fazer mais” declarou.

Ainda assim, Cesário observa uma vantagem no Brasil que é a grande aproximação entre os países: “a cultura é praticamente a mesma”. Além da língua portuguesa, um agravante em países que falam outras línguas.

“No Canadá é mais difícil, embora a sociedade canadiana seja uma sociedade multicultural” diz citando países constituídos só por imigrantes. “Austrália também é assim, mas a maioria [dos países] não é assim. E quando o país não é assim, é mais complicado”.

Para ele, o Brasil “é um país extraordinário em que os portugueses se sentem maravilhosamente” bem vivendo aqui, assim como “Portugal é um país fantástico” para os milhares de brasileiros que moram lá, entre muitos que “nem sequer tem relação com Portugal, não são descendentes de portugueses”.

Regresso de emigrantes

Durante sua visita a São Paulo, o deputado José Cesário comentou ainda sobre as recentes medidas divulgadas pelo governo português sobre o apoio ao regresso de emigrantes a Portugal.

“Todas as medidas que possam servir para ajudar as pessoas, sejam os que estão fora, nesse caso os emigrantes, ou os que nasceram fora, sejam os que estão lá são bem vindas. Tem havido ao longo dos diversos anos medidas neste sentido, umas resultam, outras não resultam. Eu espero que resultem”.

Segundo ele, o atual governo suspendeu algumas medidas tomadas no governo anterior nesta área, e substituiu por outras. “Espero que resolva” comentou.

José Cesário cumpriu compromissos em São Paulo junto da comunidade portuguesa na capital paulista e no ABC Paulista, quando participou do almoço de 34 anos de fundação da Casa de Portugal do ABC.

“Gosto muito dessa casa, foi uma casa com que trabalhei de perto, fizemos aqui muitas atividades, e sabendo que fazia os 34 anos queria estar presente” diz o deputado comentando que a Casa de Portugal do ABC está ainda melhor e mais bonita.

Cesário também trocou “impressões” com a comunidade luso-brasileira durante evento na Casa de Portugal de São Paulo, na tarde do dia 18. “Espero levar daqui um retrato mais atualizado da situação da comunidade e das relações Portugal-Brasil”.

Confira todas as reportagens na próxima edição do Mundo Lusíada >>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend