Itália confirma 16 infectados pelo Covid-19 e fecha espaços públicos em 10 cidades

Da Redação
Com Lusa

As autoridades italianas confirmaram nesta sexta-feira que existem 16 pessoas infectadas pelo coronavírus Covid-19 e outras 250 estão em observação, e encerraram espaços públicos em pelo menos 10 cidades.

Na Lombardia, no norte de Itália, há 16 pessoas contaminadas na região e outras 250 estão em observação, a maioria das quais são enfermeiros, médicos e outras pessoas que estiveram em contacto com os infectados.

Como medida de precaução, o Ministério da Saúde italiano decretou o encerramento de bares, escolas e outros locais públicos em pelo menos nove cidades da Lombardia e uma na zona de Veneto.

Desde que foi detetado no final do ano passado, na China, o coronavírus Covid-19 provocou 2.250 mortos e infetou mais de 76 mil pessoas a nível mundial.

A maioria dos casos ocorreu na China, em particular na província de Hubei, no centro do país, a mais afetada pela epidemia.

Além de 2.236 mortos na China continental, morreram quatro pessoas no Irão, três no Japão, duas na região chinesa de Hong Kong, duas na Coreia do Sul, uma nas Filipinas, uma em França e uma em Taiwan.

As autoridades chinesas isolaram várias cidades da província de Hubei para tentar controlar a epidemia, medida que abrange cerca de 60 milhões de pessoas.

Em Portugal

Uma criança regressada da China foi encaminhada dia 20 para o Hospital D. Estefânia, em Lisboa, por suspeita de infeção pelo novo coronavírus (Covid-19), mas as análises deram negativo, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Num comunicado publicado no seu ‘site’, a DGS informa que “o mais recente” caso suspeito de infeção por Covid-19 “resultou negativo após realização de análises laboratoriais pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), com duas amostras biológicas negativas”.

A criança foi levada para o D. Estefânia, o hospital de referência pediátrico para estas situações. Trata-se do 12.º caso suspeito em Portugal e todos deram resultados negativos para o novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend