Portugal e Angola vão intensificar cooperação na cibersegurança

Da Redação
Com Lusa

O ministro da Defesa Nacional de Portugal anunciou um reforço da cooperação com Angola nas áreas da ciberdefesa e no domínio marítimo, considerando as relações entre os dois países nesta área como “muito intensas”.

“Angola é um país fraterno com quem temos relações de trabalho muito intensas em todas as áreas, incluindo na área da defesa, e esta visita do ministro [da Defesa de Angola] foi uma oportunidade para darmos continuidade ao nosso diálogo, e para passar em revista o conjunto de matérias no âmbito da cooperação na defesa e olhar para novas áreas de trabalho”, disse João Gomes Cravinho.

Falando no final de uma visita de trabalho do seu homólogo angolano, Salviano de Jesus Sequeira ‘Kianda’, o governante português disse também que o encontro serviu para olhar para novas áreas de trabalho e de cooperação.

“São áreas que se impõem devido à evolução dos tempos, por exemplo ciberdefesa, uma área em que estamos todos a aprender e todos a trabalhar, vamos intensificar a nossa cooperação nesse domínio. Falamos também da intensificação da cooperação no domínio marítimo, estamos a falar de mais formação e no âmbito da segurança marítima no Atlântico, são esses os domínios que irão ser trabalhados de forma mais intensa num futuro próximo”, respondeu o governante quando questionado sobre o futuro da cooperação entre os dois países.

Durante as declarações aos jornalistas, no final da reunião de trabalho que decorreu no forte de São Julião da Barra, em Oeiras, arredores de Lisboa, João Gomes Cravinho deixou ainda uma palavra de agradecimento ao Ministério da Defesa angolano.

“Queria agradecer o apoio do Governo de Angola, em particular do Ministério de Antigos Combatente e Veteranos da Pátria, que tem dado ao trabalho de dignificação das sepulturas dos antigos combatentes”, disse o governante, concluindo que a reunião serviu também para uma troca de impressões “sobre vários aspetos que nos interessam desenvolver em trabalho comum para o futuro, incluindo nas missões internacionais e no nosso esforço de contribuição para a segurança internacional no âmbito das missões das Nações Unidas”.

O ministro da Defesa Nacional de Angola efetua até dia 19 uma visita de trabalho a Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend