Segundo “Domingar” com cozido do Verde Gaio foi sucesso de público em Santos

Personalidades presentes e representantes da entidade. Confira Galeria de Imagens >>

Por Odair Sene

O Rancho Folclórico Verde Gaio, do Centro Cultural Português de Santos, ganhou um evento mensal exclusivo, deu o nome de “Domingar a Verde Gaio” e teve aprovação e apoio da diretoria e do público.
A nova categoria de agenda implementada (um domingo por mês) começou neste ano, tendo sido realizado no último dia 22 apenas o segundo evento do gênero, mudando cardápio e atração, que desta vez foi a ótima banda “Os Gajos” com repertório super variado e que teve total aprovação do público presente.
O diretor do Centro Cultural Português, Vasco de Frias Monteiro, falou sobre a nova programação da entidade, que tem objetivo de dar visibilidade aos mais jovens, ligados à casa pelo folclore. O evento, disse ele, é do Rancho e para o Rancho, um evento que reverte sim em prol da casa, mas é também uma maneira dos folcloristas terem um caixa para quando terem uma viagem, quando tiverem que pagar transporte, trajes, algumas coisas que o grupo precisa fazer com seu próprio recurso, “pegou muito bem esta programação, foi uma coisa bem pensada, muito interessante, que o presidente e a diretoria acharam por bem liberar para o grupo, para fazer este almoço aos domingos porque normalmente a casa não tinha agenda aos domingos e eles estão fazendo coisas que realmente estão dando resultados, muito positivos, e eu acredito que com isso podemos pensar talvez, em algo muito maior, e com esse dinheiro que o grupo está angariando a gente talvez um dia possa viajar para Portugal por exemplo, a programação é mensal, uma vez por mês o Verde Gaio promove seu almoço com um cardápio diferenciado nunca repetindo o cardápio”, disse Vasco Monteiro, lembrando que no primeiro evento desta nova programação foi servido a vitela, agora foi servido o cozido alentejano, e vai se promovendo eventos com cardápios diferenciados neste projeto.
Vasco Monteiro disse que as entidades tem que dar oportunidade para a juventude: “porque estamos com uma certa idade, e eles tem que andar com as próprias pernas, e serem incentivados a fazer algumas coisas realmente interessantes, e acho muito salutar que isso esteja acontecendo, e também quero agradecer ao Mundo Lusíada porque tem divulgado os nossos eventos, sendo na Baixada Santista o único jornal que temos para a comunidade portuguesa, enfim quero dar parabéns a juventude aqui engajada e que este programa do Verde Gaio esteja fazendo sucesso durante todo o ano”, disse.
Falando também com um dos responsáveis do evento, o folclorista Eduardo Alves (Kbça), sobre a estrutura desenvolvida na qual parte do que se arrecada de receita, vem para o Verde Gaio, ele entende que isso é bom porque a entidade mostra que está pensando na melhor condição para os folcloristas da casa.
“Quando nós levamos essa proposta para o presidente, para o Sr. Vasco, para a diretoria, a intenção foi essa porque a partir do momento que o Rancho trabalha e divulga a entidade, e a casa está reconhecendo e ajudando o grupo, isso é muito bom porque ajuda os custeios em geral do grupo, em viagens e roupas e algumas coisas assim, e temos um grande presidente que é o Sr. Duarte, temos o Sr. Vasco também que aceitou de primeira, então esta já é a segunda festa nossa, com casa cheia, o público vem mesmo, o grupo folclórico está todo aí trabalhando na cozinha, aqui fora, servindo, fazendo tudo que tem que fazer para receber bem as pessoas”, disse ele revelando que o próximo evento terá no cardápio: “Bacalhau Minhoto” e com muitas surpresas, sorteios de brindes, cesta de vinhos, etc.

O show da Banda Os Gajos

Quem falou com o Mundo Lusíada sobre a banda com cerca de um ano de vida, foi o vocal Luis Pesqueira, com destaque para o importante espaço que “Os Gajos” vem ganhando nas entidades luso brasileiras.
“Tivemos nossa estréia no ano passado, numa Adega da Lusa, e depois começamos a tocar em eventos de outras entidades, como no Poveiros (Raízes), na Casa de Portugal de São Paulo e vários outros, como no evento Portugal Fest”, disse ele que vem buscando e ganhando espaço neste meio luso brasileiro.
Com média de idade de 25 anos, toda formação é vinda do folclore, sendo composta por: Emerson no baixo, no violão o Jeh Pássaro, Luís Pesqueiro no vocal, o Jonathan no acordeon e o Carlinhos na bateria.
Segundo o vocalista, o repertório vem sendo ampliado, variado, porém dando sempre ênfase à música portuguesa, sempre com uma repaginada diferente. “Tocamos alguns temas de filmes, rock, mas sempre a música portuguesa, que é nosso principal repertório para animar o ambiente, e ao mesmo tempo dando uma modernizada no repertório”.
Os Gajos tem uma página no Facebook e o contato por telefone é com o vocal Luís Pesqueira: (11) 9.9415-3371. A banda atende regiões de São Paulo, Grande São Paulo, interior do estado, já tendo se deslocado para outras cidades, como Bragança e há planejamento para tocar em outros estados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend