Lisboa sobe na lista das cidades com melhor qualidade de vida

Da Redação
Com Lusa

Lisboa está na 37ª posição na lista das cidades com melhor qualidade de vida em 2019 e é a 31ª cidade mais segura do mundo, segundo um estudo anual realizado pela consultora Mercer.

De acordo com a consultora, na lista de cidades com a melhor qualidade de vida Lisboa subiu um lugar no último ano, do 38.º para 37.º posto, mantendo-se “acima de Madrid (no 46.º lugar), Barcelona (43.º), Paris (39.º), Londres (41.º) ou Nova Iorque(44.º)”.

Relativamente ao ‘ranking’ da segurança, este ano Lisboa encontra-se na 31.ª posição, “subindo 12 lugares relativamente a 2005”, quando se encontrava na 43.ª.

“Neste aspecto, Lisboa encontra-se acima de cidades como Dublin (32.ª), Paris (60.ª) ou Barcelona (61.ª)”, salientou a consultora.

À frente da lista com 231 cidades está Viena, com a melhor qualidade de vida a nível mundial pelo 10.º ano consecutivo, seguida por Zurique (2.º lugar) e por Auckland, Munique e Vancouver, que ocupam o 3º lugar ‘ex aequo’.

Auckland é a cidade mais bem classificada da Oceânia, Vancouver a cidade mais bem classificada na América do Norte e Montevideo (78ª) na América do Sul.

Singapura (25ª) e Porto Luís (83ª) são as cidades mais bem classificadas na Ásia e em África, respetivamente.

Bagdade está na última posição, apesar de se terem verificado “melhorias significativas associadas aos serviços de segurança e saúde”. Na lista das cidades com menos qualidade de vida estão Sana (Iémen) e Bangui (República Central Africana).

Este ano a Mercer apresenta um ‘ranking’ separado sobre segurança pessoal, “que analisa a estabilidade interna das cidades, níveis de criminalidade, aplicação da lei, limitações à liberdade individual, relações com outros países e liberdade de imprensa”.

Nesta lista, a Europa Ocidental domina, com a cidade do Luxemburgo no topo, seguida, em segundo lugar, por Basel e Bern (na Suíça), Helsínquia (Finlândia) e Zurique (Suíça), ‘ex aequo’.

Sana (229), Bangui (230) e Damasco (231) são as cidades mais inseguras, de acordo com esta análise.

O 21.º estudo anual Quality of Living da Mercer mostra que “muitas cidades em todo o mundo ainda oferecem ambientes atrativos para fazer negócios”, sendo “as cidades melhor pontuadas as que perceberam que a qualidade de vida é uma componente essencial no que se refere à atratividade de negócios e à mobilidade de talento”.

No entanto, revela a consultora, “as tensões comerciais e as tendências populistas continuam a dominar o clima político e econômico global”.

“A conjugação entre o espectro de uma política monetária restritiva e a volatilidade iminente dos mercados leva a que os negócios internacionais se encontrem mais pressionados do que nunca para garantir que as operações no estrangeiro tenham sucesso”, revelou.

A Mercer faz anualmente uma avaliação de mais de 450 cidades em todo o mundo, incluindo 231 destas cidades neste ‘ranking’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend