Polícia apreende mais de 7,5 kg de rubi que seria comercializado em Portugal

Da Redação

Uma ação conjunta da Polícia Federal e Receita Federal, no Aeroporto das Cataratas, em Foz do Iguaçu no Paraná, apreendeu na última terça-feira mais de 7,5 kg de rubis.

As pedras estavam na posse de dois passageiros, oriundos da cidade de Cascavel/PR, com passagem para Guarulhos/SP. Um deles se disse assessor de um vereador e que, pela primeira vez, viajaria de avião.

Em São Paulo uma “trade” comercializaria o minério em Portugal.

Os passageiros não apresentarem a nota fiscal de origem, documento exigido pela legislação que regula a matéria.

Segundo a polícia, chamou atenção a “trade” ter emitido uma nota fiscal de transporte no valor de R$ 81 mil e uma avaliação de especialista em pedras preciosas, laudo de gemólogo, apontando a mercadoria com o valor de U$ 3,6 milhões de dólares.

Os passageiros e o minério foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu para os procedimentos legais.

Os detidos asseguraram que tinham a nota de origem guardada em algum lugar, mas não a apresentaram no decorrer do dia.

Eles foram liberados para responder inquérito instaurado por portaria, enquanto as pedras serão encaminhadas para exame pericial, a fim de estabelecer seu grau de pureza e valor real.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações sobre o caso prosseguem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend