Nos Açores, funcionária que desviou verba de escola condenada a 8 anos de prisão

Da Redação
Com Lusa

O Tribunal Judicial de Ponta Delgada, nos Açores, condenou a oito anos de prisão uma tesoureira de uma escola secundária por ter desviado 352 mil euros das contas do estabelecimento de ensino durante oito anos.

A acusada fica também impedida do exercício de funções públicas durante quatro anos.

Durante o julgamento, a funcionária confessou o desvio da verba, alegando dificuldades no pagamento de dívidas bancárias que tinha contraído, e referiu que começou por desviar os montantes em 2010.

No período em que ocorreu o desvio de dinheiro a escola não detetou as irregularidades.

Neste caso, os dois filhos da antiga tesoureira da escola secundária, localizada em Ponta Delgada, estavam também acusados do crime de receptação, tal como o marido da arguida.

Nesta quinta-feira, um dos filhos da acusada foi absolvido, enquanto o outro foi condenado ao pagamento de uma multa de 1.800 euros pelo crime de receptação.

O marido da antiga tesoureira da escola foi também condenado a quatro anos e seis meses de pena suspensa pelo crime de receptação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend