Web rádio ZucaTuga resulta de projeto entre Universidade de Coimbra e de São Paulo

Da Redação
Com Lusa

A web rádio ZucaTuga, que resulta de um projeto de doutoramento entre a Universidade de Coimbra e a Universidade de São Paulo, vai nascer no final do mês e ambiciona ter a comunidade brasileira em Portugal como coprodutora do projeto.

O projeto surgiu no âmbito do doutoramento que Felipe Rocha está a fazer, entre a Universidade de Coimbra e a Universidade de São Paulo, e vai ganhar forma no dia 29, com o lançamento da ZucaTuga, uma web rádio que pretende ser usada em benefício da comunidade brasileira e com a comunidade, disse à agência Lusa o doutorando brasileiro.

No projeto, haverá entrevistas com personalidades com relações fortes com o Brasil e Portugal, um espaço de aconselhamento jurídico com um doutorando brasileiro na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e um diálogo entre um imigrante brasileiro em Portugal e um português no Brasil sobre a condição de “forasteiros”, entre outros conteúdos.

“A grande procura dos brasileiros por Portugal começou quase na época em que me mudei para aqui. Isso mostrou-me que o público com que ia trabalhar era perfeito. Passamos de uma comunidade que tinha 85 mil em 2017 para quase o dobro no final de 2019”, salienta Felipe Rocha.

Desde agosto de 2018 que começou a estruturar o projeto e, entre setembro e outubro de 2019, começou a fazer as primeiras produções, ao mesmo tempo que foi recolhendo aquilo que seriam as maiores necessidades da comunidade brasileira em Portugal, referiu, apontando para o caso da rubrica de aconselhamento jurídico, que pretende ajudar em questões de legalização e de direito laboral em Portugal.

No entanto, a ZucaTuga não será um espaço fechado, sendo “o grande objetivo da rádio que a comunidade seja coprodutora” do projeto, participando nas rubricas e produzindo programas, salientou.

Para isso, serão feitas cerca de 60 oficinas presenciais de produção de conteúdos ao longo do país, para permitir que qualquer um possa participar, a partir do seu telemóvel, computador ou ‘tablet’.

Utilizando o modelo operacional da RadioActive, projeto de rádio para comunidades juvenis financiado pela Comissão Europeia, a ZucaTuga não vai estar fechada à participação de brasileiros, estando as portas abertas para portugueses e imigrantes no país, vincou.

O projeto conta já com parcerias com o Departamento de Jornalismo da Universidade de Coimbra, com a Rádio Universidade de Coimbra e com a Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros em Coimbra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend