Sábado, 18 de Novembro de 2017 Mundo Lusiada no Facebook Mundo Lusiada no Twitter Mundo Lusiada no YouTube

Em Noite de Fados no ABC, fadista fala de filhos e netos no estilo musical mais tradicional de Portugal

Por | 14 novembro, 2017 as 4:24 pm | Nenhum comentário

Por Odair Sene
Na noite de 27 de outubro, a Casa de Portugal do Grande ABC promoveu uma típica Noite de Fados em sua taberna, recebendo a fadista portuguesa Glória de Lourdes. Para o presidente da casa, é uma noite especial e diferenciada. Nem sempre é possível reunir público jovem para este tipo de evento. “Tem gente que se interessa pela Noite de Fados, é algo diferente. Temos gente nova aqui hoje, mas é complicado trazer o pessoal jovem. Eles também vão mudando com o tempo e esperamos que venham”, diz Carlos José Rodrigues comentando que o público da casa sempre pede pela realização do evento.
Nesta noite, a gastronomia da casa trouxe o típico caldo verde de entrada, servindo de prato principal a vitela assada especialmente preparada pelo departamento feminino, encerrando com doces portugueses. A casa recepcionou cerca de cem convidados para a noite, quantidade apropriada para a aconchegante “Taberna Minhota”.
A agenda da casa fechou com este evento, aguardando agora o último evento do ano, que acontece em 28 de novembro, um almoço anual em prol das obras do Padre Antonio Maria. “O ano para nós foi muito bom, todas as festas tivemos bastante público, apesar de um ano de crise, a Casa de Portugal do ABC foi bem”, finalizou.

Fados – Esta Noite de Fados foi com Gloria de Lourdes, fadista que já participou em muitos eventos na casa, como as edições anuais do almoço beneficente do Padre Antonio Maria. Ao Mundo Lusíada, ela falou sobre a importância (cultural) de se promover eventos como esse. “É importante manter as nossas tradições, o fado não pode morrer, e não morre. Para mim é um prazer muito grande estar nesta casa que venho há muitos anos, e os adoro”. Mais uma vez, disse que estará presente no evento do padre Antonio Maria neste ano, em novembro. “Cá estarei porque já é normal participar” diz.
As casas portuguesas no geral contam mais facilmente com os filhos de portugueses, do que netos, já a fadista vê o contrário. “É mais fácil atualmente vir os netos para o Fado do que os próprios filhos, claro os filhos que já estão acostumados é normal, mas a maior parte dos portugueses que vão às casas de Fados são mais netos”, comenta ela.
“Acho que tem uma certa lógica, porque tanto pai ou mãe portuguesa era difícil darem atenção aos filhos, trabalhavam muito. Os avós não, eram mais carinho e os netos se apegaram mais ao jeito dos avós. Isso é uma coisa que me faz bem”, diz ela que vê muitos netos nas suas apresentações no “Cais do Porto”. A fadista se apresenta no restaurante dentro da Portuguesa de Desportos às quintas, sextas e sábados, quando não tem agenda fora.
Para a Noite de Fados do ABC, Glória contou com os músicos Alexandre Matis e Igor, de família açoriana. Eles acompanham a fadista num repertório que é programado somente na hora da apresentação. “Eles sabem o começo, o restante resolvo praticamente lá. Não adianta fazer uma lista [das músicas], me obrigam a mudar a lista”, brinca a fadista, comentando sobre as canções sugeridas pelo público que ela sempre aceita e canta o que o público escolhe.
Atualmente, muitos jovens e brasileiros se apresentam no fado, tanto no ABC Paulista, como em São Paulo e Baixada Santista. Gloria de Lourdes comenta sobre os grandes nomes da música brasileira que também gravaram a música tradicional portuguesa, como Ângela Maria e Fafá de Belém. “Tem muita gente brasileira cantando fado, sempre teve. Agora tem uma gente jovem começando a entrar na música portuguesa, isso é bom”, concluiu ela dizendo sentir que o Fado está numa fase muito boa.



+ Acessadas



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
© 2011 Jornal Mundo Lusíada - RVR PROMOÇÕES E PUBLICIDADE LTDA. Todos os direitos reservados.
Assine - Fale Conosco - Publicidade