“A TAP não deve nada à Groundforce” defende ministro

Durante uma audição regimental na Comissão da Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, na sequencia de greve que afetou aeroportos no país, o governante recordou que a TAP já tinha demonstrado disponibilidade para pagar os subsídios.

Portugal prevê “libertação total da sociedade” no fim do verão e recorde de investimento em 2021

Segundo AICEP, os acordos abordam uma empresa de capital português (Vila Galé) que se expande, duas empresas de capital estrangeiro (João de Deus e Siemens Gamesa) que renovam aposta em Portugal com mais investimento e diversificação de produtos e, um investidor estrangeiro (Tryba) que chega ao país para, em parceria com uma empresa portuguesa, criar uma nova unidade