07 de Julho: Dia Mundial do Chocolate, e seus benefícios

Da Redação

 

O chocolate, um dos doces mais adorados no mundo, tem um dia especial para ser celebrado: 7 de julho, o Dia Internacional do Chocolate. Mais do que um simples prazer, o chocolate possui diversos benefícios nutricionais, especialmente quando consumido de forma consciente e moderada. Para entender melhor esses benefícios e a diferença entre os tipos de chocolate, conversamos com Cris Ribas Esperança, nutricionista do Instituto Do Bem Estar.

Os Benefícios do Chocolate: Uma Questão de Qualidade e Quantidade

O chocolate é rico em flavonoides, compostos antioxidantes encontrados em altas concentrações no cacau. Estes antioxidantes ajudam a proteger as células contra os danos dos radicais livres, contribuindo para a saúde cardiovascular e melhorando a circulação sanguínea. No entanto, a quantidade de flavonoides e outros nutrientes varia significativamente entre os diferentes tipos de chocolate.

Tipos de Chocolate e Seus Benefícios

1. Chocolate Amargo (70% ou mais de cacau):

– Benefícios: Rico em antioxidantes e flavonoides, o chocolate amargo melhora a circulação sanguínea, reduz a pressão arterial e pode contribuir para a saúde cardiovascular. Também é uma boa fonte de magnésio, ferro e fibras.

– Recomendação: Consuma com moderação, até 30 gramas por dia, para aproveitar os benefícios sem exagerar nas calorias e açúcares.

2. Chocolate 50% Cacau:

– Benefícios: Contém uma quantidade moderada de cacau e flavonoides, oferecendo alguns benefícios antioxidantes e minerais. No entanto, possui mais açúcar que o chocolate amargo.

– Recomendação: Pode ser uma opção intermediária para quem está se acostumando ao sabor mais intenso do chocolate amargo.

3. Nibs de Cacau:

– Benefícios: Os nibs são pedaços de cacau puro, ricos em antioxidantes, fibras, magnésio e ferro. Oferecem todos os benefícios do cacau sem adição de açúcares ou gorduras.

– Recomendação: Podem ser adicionados a iogurtes, smoothies ou consumidos sozinhos como um lanche saudável.

4. Chocolate 100% Cacau:

– Benefícios: Sem adição de açúcares ou gorduras, este tipo de chocolate é a forma mais pura de cacau, oferecendo o máximo de benefícios antioxidantes e nutricionais.

– Recomendação: Ideal para quem busca uma alimentação extremamente saudável e pode ser utilizado em receitas para intensificar o sabor do cacau.

5. Chocolate ao Leite:

– Benefícios: Contém uma menor quantidade de cacau e, consequentemente, menos flavonoides e antioxidantes. É rico em açúcares e gorduras, oferecendo menos benefícios à saúde.

– Recomendação: Consumir com muita moderação, pois seu alto teor de açúcar e gordura pode anular os benefícios do cacau.

Cuidados com Achocolatados

Cris Ribas Esperança alerta também para os achocolatados, que geralmente passam por um processo de dissolução que reduz a quantidade de cacau puro, diminuindo seus benefícios nutricionais. “Os achocolatados possuem mais açúcar e menos cacau, portanto, não oferecem os mesmos benefícios que os chocolates ricos em cacau,” explica Esperança.

Dicas para um Consumo Consciente do Chocolate

1. Prefira Chocolate Amargo: Opte por chocolates com pelo menos 70% de cacau para maximizar os benefícios à saúde.

2. Consumo Moderado: A moderação é fundamental. Recomenda-se não ultrapassar 30 gramas de chocolate por dia.

3. Leia os rótulos: Escolha chocolates com menos aditivos e conservantes. Verifique a porcentagem de cacau e evite aqueles com muitos ingredientes artificiais.

4. Evite o Consumo Noturno: Devido à presença de cafeína e teobromina, o consumo excessivo de chocolate à noite pode interferir no sono.

5. Combine com uma Dieta Equilibrada: Integre o chocolate em uma dieta balanceada, acompanhado de frutas e oleaginosas para potencializar seus benefícios nutricionais.

Brasil

A produção brasileira de cacau está concentrada nos estados do Pará e da Bahia. De acordo com a última pesquisa Produção Agrícola Municipal, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui uma área plantada de 590 mil hectares e produção anual de 270 mil toneladas, sendo Pará responsável por 53,6% e Bahia por 39,9%.

Para que esse consumo seja consciente e saudável é necessário estar atento à concentração de cacau, que pode variar de chocolate para chocolate. Quanto maior a concentração de cacau, como é o caso do chocolate amargo e meio amargo, maiores são os benefícios para a saúde.

Segundo a nutricionista e parceira Bio Mundo, Fernanda Larralde, o consumo regular de cacau pode proporcionar muitos benefícios à saúde, ajudando a melhorar o humor, a circulação sanguínea, a regular o açúcar no sangue e a proteger o coração graças às suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

“O cacau possui um alto teor de flavonoides, principalmente epicatequinas e catequinas, compostos com propriedades antioxidantes. O ideal é consumir o chocolate em uma proporção adequada para obter os benefícios, que seria 2 colheres de chá de cacau em pó por dia ou 40g de chocolate amargo, o que equivale a cerca de 3 quadrados,” acrescenta Fernanda, que é especializada em Nutrição Esportiva, Saúde da Mulher e Fitoterapia, formada em Coaching Nutricional e palestrante.

O chocolate em sua variedade amargo, meio amargo, ao leite, branco e outras denominações, são encontrados facilmente nos supermercados, mas outras apresentações dessa delícia só podem ser encontradas em lugares específicos.

Entre os destaques, estão o cacau em pó puro, perfeito para receitas diversas e smoothies nutritivos, e as barras de chocolate proteica, que combinam o sabor irresistível do chocolate com a dose extra de proteínas para quem leva um estilo de vida ativo.

Agora, para aqueles que apreciam um toque crocante, os dragados com chocolate são uma excelente escolha. Disponíveis em diversas versões, como amêndoa, castanha, avelã, banana e caju, esses snacks oferecem uma experiência deliciosa e rica em nutrientes.

As barras de chocolate com altas concentrações de cacau são outro destaque. Com opções que chegam a 85% de cacau, essas barras são ricas em antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres e promover a saúde cardiovascular. Além disso, são uma ótima escolha para quem busca controlar o consumo de açúcar, sem abrir mão do prazer de um bom chocolate.

E não podemos esquecer dos veganos, produzidos sem ingredientes de origem animal, mantendo o sabor e a qualidade que os consumidores esperam. Com diferentes concentrações de cacau e combinações inovadoras, esses chocolates são uma prova de que é possível ser saudável e sustentável, sem comprometer o sabor.

Esses produtos diferenciados tendem a ser encontrados em lugares voltados a produtos naturais e alimentação saudável, como é o caso da Bio Mundo, e outros empórios naturais.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: