Eleições: Bolsonaro vence com vantagem em Lisboa

Foto Tânia Regô/Agência Brasil

Da Redação
Com agencias

O candidato a presidência Jair Bolsonaro venceu em todas as 27 mesas de voto em Lisboa. O candidato do PSL conquistou 64,4% dos 6.948 votos válidos, segundo os resultados oficiais, contra 35% do candidato do PT.

De acordo com os dados afixados na Faculdade de Direito, onde decorreu a votação em Lisboa, Jair Bolsonaro (Partido Social Liberal – PSL) obteve 4.475 votos contra 2.473 votos (35,5%) do candidato do PT (Partido dos Trabalhadores, esquerda), Fernando Haddad.

Bolsonaro, do PSL, ganhou em todas as mesas de voto, e segundo o Observador, após os resultados das urnas serem divulgados à porta da Faculdade de Direito em Lisboa, cerca de 20 cidadãos tiraram fotos dos documentos.

Os brasileiros que votaram em Lisboa dividem-se sobre qual o melhor candidato para o país. Segundo divulgou a Lusa, brasileiros dizem que Bolsonaro representa o regresso à ditadura militar, mas criticam Haddad pela corrupção, insegurança e “roubalheira”.

Angola com 54,81% dos votos
Bolsonaro venceu a votação em Luanda, obtendo 91 dos 166 votos expressos (54,81%), contra 67 (40,36%) de Fernando Haddad, do PT, indicam dados oficiais.

Segundo o edital afixado numa porta da Embaixada do Brasil em Luanda, o número de votantes hoje foi igual ao primeiro turno, 166, com a particularidade de se terem registrado seis votos nulos (3,61%) e dois em branco (1,20%), uma vez que, face ao número diminuto de eleitores, não foi utilizada a urna eletrônica.

No primeiro turno, Bolsonaro tinha também ganhado em Angola, ao recolher 88 votos, contra os 33 de Haddad, com os restantes 45 a serem dispersos pelos outros candidatos.

Em Luanda, a única urna, colocada na missão diplomática brasileira em Luanda, abriu às 08:00 e encerrou às 17:00, tendo o edital sido afixado pouco depois das 18:30 locais (17:00 em Lisboa).

A taxa de participação na votação para as presidenciais brasileiras em Angola foi de 48,53%, tendo em conta que estão registrados 342 eleitores.

Pela manhã, em declarações à agência Lusa, o embaixador brasileiro em Angola, Paulino Carvalho Neto adiantou que, na segunda-feira, às 11:00, haverá uma conferência de imprensa na missão diplomática em Luanda.

Também Bolsonaro foi o mais votado na capital moçambicana, Maputo, conquistando 179 votos num total de 302 (63%), contra 106 do candidato do Partido dos Trabalhadores (37%). Nas duas seções de voto de Maputo foram ainda contabilizados 14 votos nulos e três brancos.

Países
Segundo os primeiros resultados conhecidos das comunidades brasileiras no estrangeiro, Jair Bolsonaro venceu em Timor-Leste e nas principais cidades da Austrália, Sydney e Melbourne.

Fotos distribuídas nas redes sociais de documentos afixados em locais de votação confirmam igualmente uma vitória de Bolsonaro no Japão e na Nova Zelândia.

Os 500 mil eleitores que estão aptos a votar fora do país em 99 nações votaram somente para presidente da República. Em Nova York, com um número também elevado de eleitores, o processo foi tranquilo.

Em Buenos Aires, brasileiros venceram a instabilidade do clima que tem variado em horas entre o calor extremo e o frio para votar.

Cerca de 147,3 milhões de eleitores foram chamados hoje às urnas para decidir quem será o próximo Presidente da República brasileiro, numa disputa entre a extrema-direita, com Jair Bolsonaro, e a esquerda, com Fernando Haddad.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend