Fundação portuguesa cria Prêmio para o Melhor Disco de Fado

Da Redação
Com Lusa

A Fundação Manuel Simões anunciou a criação de um prêmio para o Melhor Disco de Fado, a entregar em maio próximo, no âmbito das celebrações do centenário do nascimento do editor discográfico Manuel Simões.

“O Prêmio Manuel Simões, instituído pela Fundação Manuel Simões (FMS), visa distinguir exclusivamente a/s melhor/es edições discográficas de fado do ano civil anterior ao da sua entrega”, lê-se no comunicado da instituição, criada pelo empresário em dezembro de 2001.

Segundo a mesma fonte, o galardão terá uma periodicidade anual, e a escolha será feita por um júri “constituído por cinco personalidades de reconhecida competência e idoneidade, devendo ser presidido por um elemento do conselho de administração da FMS”.

“Ao júri caberá escolher aquele/s que considerar Melhor Álbum de Fado, tendo em mente o trabalho desenvolvido por Manuel Simões, e também a natural evolução fadista”, afirma a FMS.

Manuel Simões (1917-2008) foi um dos primeiros editores discográficos portugueses, tendo gravado nomes históricos como Berta Cardoso, Alfredo Marceneiro, Argentina Santos, Anita Guerreiro, Tristão da Silva, Maria de Lourdes Resende, Margarida Amaral, Francisco José, Mariana Silva, Maria José da Guia e Manuel Fernandes, entre outros.

A discográfica Estoril, do editor, contou com a direção artística e musical do maestro Belo Marques (1898-1987), tendo Manuel Simões retomado a edição de discos na década de 1980 com a série “Lisboa — Cidade do Fado”, que publicou 16 CD.

Em 1950, Manuel Simões construiu a Fábrica Ibéria, a primeira fábrica nacional de discos de microgravação, em Vila Franca de Xira, que encerrou na década seguinte, dada a forte concorrência anglo-saxônica, tendo, entretanto, aberto a Discoteca do Carmo, em Lisboa.

A escolha pela área fadista para a atribuição do prêmio, justifica a FMS, “deve-se ao especial gosto e enleio que Manuel Simões sempre nutriu pelo fado”, mas a fundação não exclui “a possibilidade de [se] considerar outros gêneros [musicais], no futuro, contemplando sempre o Prêmio Manuel Simões/Melhor Disco de Fado”.

O Prêmio Manuel Simões/Melhor Disco de Fado é instituído numa altura em que alguns dos prêmios, no âmbito do gênero do fado, deixaram de ser outorgados, nomeadamente os Prêmios Amália, cuja última edição ocorreu em 2015, e os Prêmios Francisco Carvalhinho, Consagração e Revelação, atribuídos pela Casa da Imprensa, no âmbito da Grande Noite do Fado de Lisboa, que não se realiza desde 2008.

O regulamento do prêmio pode ser consultado no site http://fmsimoes.blogs.sapo.pt/iniciativas-42204.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend