Glória de Lourdes mais uma vez no evento anual

Gloria de Lourdes esteve acompanhada de Sergio Borges na viola, e Otavio na guitarra portuguesa.

 

Para ela, os portugueses sempre fizeram muitos trabalhos solidários, mas nos dias de hoje não tem tanta força como antigamente. “Acredito que o tempo mudou, os valores deixaram de existir. Mas enquanto tiverem essas coisas, vamos trabalhar para elas, e fazer o melhor possível”, disse citando o evento do Clube de Portugal do ABC. “O Pe. Antonio Maria está de parabéns, o clube também porque todos os anos faz uma festa lindíssima. E que os outros clubes se proponham a fazer também”.

De acordo com a artista, muitos são os dias de sua agenda priorizando eventos beneficentes. “Em toda minha vida artística sempre dei importância, não importa se é um, dois ou três, seja o que for, a partir do momento que seja para fazer o bem para alguém não tem problema. Para mim, é um prazer muito grande”. O que, na visão de Glória, não se trata apenas de estar ligado ao catolicismo, muito presente na comunidade portuguesa. “Existem pessoas que nem acreditam em Deus e fazem cada trabalho maravilhoso. Acho que ajudar faz parte, é uma questão de fé em um mundo melhor, fora isso não há vida. Se não acreditarmos em alguma coisa boa não tem como seguir em frente. Tudo vale a pena se a alma não é pequena, já dizia Fernando Pessoa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend