Em São Paulo, presidente português defende a cultura como melhor saída para pobreza

Em seu discurso realizado na noite de abertura oficial realizada no Sesc Pinheiros, o presidente de Portugal Marcelo Rebelo de Sousa fez uma defesa enfática da importância e valorização do livro, nomeadamente como ferramenta educacional para a saída da pobreza das classes menos favorecidas e também para o respeito às diferenças de pensamento e da pluralidade.