Cerca de 3 mil viajantes já retornaram ao Brasil, maior número de brasileiros em Portugal

Mundo Lusíada
Com EBC

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) estabeleceu um Grupo Consular de Crise para assistência aos viajantes brasileiros que estão no exterior e foram afetados pela pandemia do novo coronavírus. Os viajantes podem preencher um formulário para receber informações sobre o covid-19.

Também estão disponíveis números telefônicos brasileiros para assistência aos brasileiros, divididos em regiões geográficas. Quem está na América do Sul: pode ligar para o telefone: +55 (61) 9826 00 767; na América do Norte, Central e Caribe: + 55 (61) 9826 00 610; Europa: + 55 (61) 9826 00 787; África e Oriente Médio: + 55 (61) 9826 00 568 e Ásia e Oceania: + 55 (61) 9826 00 613

O Itamaraty também sugere que os viajantes de se informem pelas redes sociais da embaixada ou consulado em sua região e pela página de alertas do portal consular.

Diversos países que fecharam fronteiras inviabilizaram a volta de turistas que já tinham passagens compradas. De acordo com a imprensa portuguesa, dezenas de brasileiros aguardam dentro do Aeroporto Humberto Salgado em Lisboa para resolver a situação. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, os brasileiros devem informar suas condições e tentar antecipar a viagem de volta.

Em entrevista a CNN Brasil, o ministro das Relações Exteriores confirmou que o maior número de brasileiros estão em Portugal, e que já conseguiu trazer de volta cerca de 1.500 brasileiros do país, através da negociação feita entre governo e diferentes companhias aéreas.

Segundo Ernesto Araújo, há pelo menos seis mil brasileiros no exterior, retidos por fechamentos de fronteiras ou cancelamentos de voos em razão da epidemia. O governo já viabilizou o retorno de cerca de três mil pessoas desde o início da crise, a maioria de Portugal, Marrocos e Peru.

“Começamos a crise com quase dez mil viajantes brasileiros no exterior, retidos por fechamento de fronteiras, cancelamento de voos etc. Já viabilizamos o retorno de cerca de três mil pessoas, em sua maioria de Portugal, Marrocos e Peru. Ainda há cerca de seis mil para trazer de volta ao Brasil” declarou Ernesto Araujo à CNN Brasil.

“Houve um navio de cruzeiro, com destino a Portugal, com 700 brasileiros a bordo, dos quais já conseguimos repatriar cerca de 500. Gostaria de dizer que a crise acabaria hoje, mas estamos trabalhando para ser o mais rápido possível” contou ainda o ministro sobre o caso do cruzeiro que teve autorização para desembarcar em Lisboa.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também aconselha isolamento de no mínimo sete dias para todos os passageiros que estejam chegando de destinos internacionais e quarentena (14 dias) para passageiros que estejam apresentando sintomas.

Embaixada em Lisboa

Para os brasileiros retidos em Portugal, a Embaixada do Brasil em Lisboa abriu um formulário para assistência aos que tiveram seus voos cancelados. A TAP também divulgou um hotsite < https://tapdigital.solutions/forms/return_dev/ > para quem pretende retornar ao Brasil.

Somente no dia 21 de março, 1.433 passageiros embarcaram de Lisboa ao Brasil, em vôos da Azul, TAP e Latam.

A Azul operou, dias 20 e 21 de março, quatro vôos excepcionais entre Lisboa e Campinas, após intervenção da Embaixada do Brasil em Lisboa junto à ANAC portuguesa, levando cerca de 700 passageiros. A TAP estima que 580 passageiros viajaram em seus dois vôos de sábado entre Lisboa e o Brasil. Pela LATAM, teria sido 338 passageiros.

“A Embaixada e o Consulado do Brasil estão empenhados em tentar viabilizar, junto às autoridades portuguesas e às companhias aéreas, voos excepcionais que permitam aos cidadãos brasileiros voltar para casa. Estamos divulgando informações na medida em que recebemos notícias concretas a este respeito por parte das companhias aéreas” divulga o órgão.

Até o momento, não há previsão de voos organizados pela Força Aérea Brasileira para a repatriação de nacionais. Os passageiros em Portugal que já tem voo de retorno marcado ou cancelado para o Brasil podem informar a atual situação pelo email [email protected] e fornecer os dados do seu voo (Companhia aérea, dia, horário, número do voo e localizador).

Diante da situação de fechamento de muitos estabelecimentos, a Embaixada também divulgou a lista de hotéis em Lisboa que ainda recebem turistas que aguardam o processo para deixar o país:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend