Mais de 2 mil brasileiros já retornaram de Portugal com epidemia

Mundo Lusíada

Segundo o governo federal, 2.650 brasileiros já embarcaram para o Brasil com auxílio dos consulados e da Embaixada em Portugal. Diversos países que fecharam fronteiras com a epidemia de coronavírus inviabilizaram a volta de turistas que já tinham passagens compradas.

De acordo com a imprensa portuguesa, dezenas de brasileiros aguardam dentro do Aeroporto Humberto Salgado em Lisboa para resolver a situação de retorno ao país. Outros seguiram para hotéis que ainda estão com as portas abertas na capital lusa.

“Funcionários do Itamaraty estão trabalhando sem parar para permitir a rápida repatriação de todos os brasileiros que queiram voltar para casa” divulgou o Ministério das Relações Exteriores.

“Na tarde de hoje, 24 de março, partiu para o Recife o segundo voo charter CVC/TAP, com apoio do Itamaraty por meio da Embaixada e do Consulado em Lisboa, levando de volta para casa centenas de brasileiros retidos em Portugal” divulgou ainda o Itamaraty.

“Nesse universo havia número considerável de pessoas necessitadas – identificadas pelas equipes da Embaixada e do Consulado do Brasil em Lisboa. O Itamaraty continua trabalhando com afinco para construir soluções para todos os brasileiros ainda retidos em Portugal”.

A rota para o Recife porém foi uma situação excepcional. Por norma do governo português, durante a epidemia de coronavírus, os únicos voos autorizados para o Brasil são para Rio de Janeiro e São Paulo. “Voos com outros destinos são excepcionais e precisam de autorização especial, solicitada caso a caso pela companhia aérea. A Embaixada do Brasil atua para que os pedidos das companhias sejam processados com toda a urgência possível.”

Segundo a Embaixada do Brasil em Portugal, os passageiros da TAP que ainda não conseguiram embarcar de volta para o Brasil devem seguir as instruções da companhia e preencher o formulário >>

A LATAM abriu uma página para os passageiros que têm passagens compradas com a empresa para preencher um formulário, e a companhia promete trabalhar iniciativa especial junto às autoridades aeroportuárias portuguesas e brasileiras.

Já aos passageiros da AZUL que ainda estejam em Portugal, a empresa pede que os brasileiros entrem em contato pelo canal: www.voeazul.com.br/para-sua-viagem/voos-especiais.

Somente no dia 21 de março, 1.433 passageiros embarcaram de Lisboa ao Brasil, em vôos da Azul, TAP e Latam. “A Embaixada e os Consulados do Brasil continuam trabalhando com afinco para construir soluções para todos os brasileiros ainda retidos em Portugal”.

Os cidadãos a bordo do navio cruzeiro MSC Fantasia, no Porto de Lisboa, também começaram a ser repatriados, estando marcados quatro voos para esta terça-feira, inclusive para mais de 450 brasileiros.

Brasileiros no exterior

O Ministério das Relações Exteriores estabeleceu um Grupo Consular de Crise para assistência a viajantes brasileiros afetados pela pandemia do novo coronavírus no exterior. Os brasileiros no exterior afetados pela pandemia devem preencher o formulário e informar a situação de cada passageiro.

Segundo a pasta, também em Angola, após o fechamento dos aeroportos, a Embaixada em Luanda garantiu a autorização para a realização de voos charter para brasileiros retidos no país. Um navio da Marinha que se encontrava em Angola também foi liberado e já está a caminho do Brasil.

De Cabo Verde, 100 brasileiros, 9 estrangeiros residentes no Brasil e uma cidadã chilena decolaram para Fortaleza. A Embaixada do Brasil apoiou os brasileiros no traslado entre as ilhas caboverdianas, até o embarque na Ilha do Sal.

O Itamaraty ainda acompanha grupos de brasileiros retornando da Índia, Polônia, Jamaica, Marrocos, México, Suriname, República Dominicana, e Peru.

Estão disponíveis os seguintes números telefônicos brasileiros para assistência aos brasileiros, divididos em regiões geográficas:
América do Sul: +55 (61) 9826 00 767
América do Norte, Central e Caribe: + 55 (61) 9826 00 610
Europa: + 55 (61) 9826 00 787
África e Oriente Médio: + 55 (61) 9826 00 568
Ásia e Oceania: + 55 (61) 9826 00 613

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend