CR7 na Juventus, depois dos “anos mais felizes” da vida em Madrid

Mundo Lusíada
Com agencias

É oficial, o craque português Cristiano Ronaldo vai jogar na Juventus, após nove temporadas no Real Madrid. Conforme divulgava a imprensa há alguns dias, o contrato agora assinado é válido por quatro temporadas, até 2022.

O anunciou foi feito pelo clube espanhol, em comunicado. “O Real Madrid comunica que, atendendo à vontade e ao pedido expressados pelo jogador Cristiano Ronaldo, acordou a sua transferência para a Juventus”, lê-se no comunicado do madridistas, sem especificar os valores envolvidos na transação.

“Para o Real Madrid Cristiano Ronaldo será sempre um dos seus grandes símbolos e uma referência para as próximas gerações. O Real Madrid será sempre a sua casa” traz ainda a nota.

Aos 33 anos, o capitão da seleção portuguesa vai defender o quarto clube na carreira sénior, depois de Sporting (2002/03), Manchester United (2003/04 a 2008/09) e Real Madrid (2009/10 a 2017/18).

Cinco vezes vencedor da Bola de Ouro, em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, Cristiano Ronaldo estava ligado contratualmente até 30 de junho de 2021 ao emblema ‘merengue’, onde conquistou quatro Ligas dos Campeões, dois Mundiais de Clubes, duas Supertaças Europeias, dois campeonatos, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha.

A Juventus domina o historial do campeonato italiano, com 34 títulos de campeão, sete dos quais conquistados ininterruptamente desde 2011/12 – os quatro últimos sob o comando do atual treinador, Massimiliano Allegri.

Ronaldo vai ser o sétimo português a juntar-se ao clube de Turim, depois de Rui Barros, Paulo Sousa, Dimas, Jorge Andrade, Tiago e João Cancelo, contratado neste defeso ao Valência. Segundo a imprensa, o contrato de Cristiano Ronaldo saiu por 105 milhões de euros.

O clube italiano também já divulgou seu Bem-vindo ao craque português.

Carta de Ronaldo

O craque português escreveu uma carta divulgada pelo Real Madrid, em que descreve estes anos no clube e na cidade de Madrid “possivelmente os mais felizes da minha vida”. Confira a carta de CR7 na íntegra:

“Estes anos no Real Madrid e nesta cidade de Madrid foram possivelmente os mais felizes da minha vida

Só tenho sentimentos de enorme agradecimento para estes clube, para estes adeptos e para esta cidade. Só posso agradecer a todos eles o carinho e afeto que recebi.

No entanto, penso que chegou o momento de abrir uma nova etapa na minha vida e por isso pedi ao clube que aceite transferir-me. É o que sinto e peço a todos, e muito especialmente aos nossos adeptos, que por favor me compreendam.

Foram 9 anos absolutamente maravilhosos. Foram 9 anos únicos. Foram tempos emocionantes, repletos de consideração, embora também duros, porque o Real Madrid é um clube de altíssima exigência, mas sei bem que não poderei jamais esquecer que aqui desfrutei do futebol de uma maneira única.

Tive no campo e no balneário companheiros fabulosos, senti o calor de adeptos incríveis e juntos conquistámos três Ligas dos Campeões consecutivas e quatro Champions em cinco anos. E, mais, junto a eles tive a satisfação de a nível individual ter ganho quatro Bolas de Ouro e três Botas de Ouro. Tudo isto durante a minha etapa neste clube imenso e extraordinário.

O Real Madrid conquistou o meu coração e o da minha família e por isso, mais que nunca, quero dizer obrigada: obrigada ao clube, ao presidente, aos dirigentes, aos meus colegas, a todos os técnicos, médicos, fisioterapeutas e trabalhadores incríveis que fazem com que tudo funcione e que cuidam de cada detalhe de forma incansável.

Um agradecimento infinito mais uma vez aos nossos adeptos e obrigada também ao futebol espanhol. Durante estes nove apaixonantes anos tive de enfrentar grandíssimos jogadores. O meu respeito e o meu reconhecimento para todos eles.

Fiz uma grande reflexão e sei que chegou o momento de um novo ciclo. Vou-me embora, mas vou continuar a sentir esta camisola, este escudo e o Santiago Bernabéu como algo meu, esteja onde estiver.

Obrigada a todos e, claro, como disse naquela primeira vez no nosso estádio há nove anos: Hala Madrid!”

Mais caro de sempre

Cristiano Ronaldo reforça a liderança dos futebolistas portugueses mais caros de sempre, com contrato de cerca de 105 milhões, superando o recorde por si estabelecido há nove anos.

O internacional português troca os ‘merengues’ pelos ‘bianconeri’ ao fim de nove anos na capital espanhola, onde tinha chegado em 2009, proveniente do Manchester United. Na altura, o Real Madrid desembolsou 94 ME para resgatar Ronaldo aos ‘red devils’.

De resto, essa era, até hoje, a transferência mais cara de um jogador luso, sendo agora superada pelo mesmo protagonista, que, desde que trocou o Sporting pelo Manchester United, em 2003, por 15 ME, já movimentou 209 ME em transferências.

O Bola de Ouro ocupa, assim, os dois primeiros lugares desta lista, à frente de Luís Figo, pelo qual o Real Madrid pagou, ainda em pesetas, o equivalente a 60 ME ao FC Barcelona, em 2000 – então a transferência mais cara de sempre, que ajudou Florentino Pérez a ser eleito pela primeira vez presidente do Real Madrid.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend