CALA-TE MADRID: Cristiano Ronaldo é quem manda

Por Emídio Tavares

Depois de uma partida apagada, não só de Cristiano mas de toda a equipe, na fase de ida em Madrid frente ao Atlético, onde a Juventus perdeu por 2×0, tendo seu astro maior hostilizado com cantos pedindo sua morte, nessa partida de volta na Itália frente a sua torcida, Cristiano Ronaldo prometeu o troco e pediu o apoio de toda massa.

E como é tradicional ao longo de toda a sua carreira em jogos decisivos, o craque madeirense não negou fogo comandando heroicamente a virada da “Velha Senhora”.

Aos 27 minutos, CR7 subiu mais do que toda a zaga espanhola e de cabeça abriu o marcador “incendiando” a torcida presente no estádio (mais de 40 mil pagantes, com recorde de público e bilheteria na casa dos 5.5 milhões de euros).

Os colchoneros, atordoados em campo, raramente conseguiam articular uma jogada ofensiva. Se um ainda era pouco, o segundo gol saiu logo aos 3 minutos do 2º tempo, com Cristiano aproveitando cruzamento da direita efetuado por João Cancelo, e cabeceando forte.

O goleiro do Atletico até tirou a bola, mas a tecnologia de linha avisou ao árbitro em seu relógio que a bola tinha entrado e ele confirmou o gol.

Desse momento em diante foi um massacre só, com a Juve tentando fazer o 3º e o Atlético tentando levar o jogo para a prorrogação. Mas não teve jeito para os visitantes, que a 4 minutos do término do tempo regulamentar derrubaram um jogador adversário dentro da área, para penalidade máxima convertida por Cristiano, que com os três gols feitos despachou novamente para casa os espanhóis, completando sua 10ª presença consecutiva nas quartas-de -final da Liga dos Campeões.

Com esse seu oitavo “hat-trick” na disputa o madeirense chegou a incrível marca de 124 gols, tendo agora mais gols do que 118 das 140 equipes que já participaram da Liga dos Campeões, inclusive mais gols até do que o próprio Atlético (118 contra 124 de Cristiano). Só contra o Atlético, o astro luso já marcou 25 gols em 33 jogos.

Entrevista

Segundo a Lusa, Cristiano Ronaldo disse que a Juventus o contratou para essas exibições. “Foi para isto que a Juventus me contratou, para ajudar e para fazer o meu trabalho. Estou feliz por uma noite mágica”, comentou o ‘astro’ português.

Segundo o avançado luso, de 34 anos, esta foi “uma noite especial” pelos gols, mas também “pela atitude incrível da equipe, com mentalidade ‘Champions’”, depois de um apuramento frente a um rival “muito difícil”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend