Semana Cultural Portuguesa marcou o “10 de Junho” em Campinas

O presidente e o vice-presidente da Casa de Portugal. Confira Galeria de Imagens >>

Por Vanessa Sene

Campinas marcou as celebrações do Dia de Portugal com mais uma edição da Semana Cultural Portuguesa, já inserida no roteiro oficial da Prefeitura Municipal, segundo o presidente da casa Jota Santos. “Estamos na 23ª edição, são muitos anos levando gastronomia, levando cultura, levando um pouco de Portugal todos os anos na cidade de Campinas”.
Segundo o presidente, a casa vem melhorando ainda mais a cada ano. A abertura desta edição foi no dia 03 de junho, com a Banda Filarmônica de Laranjal Paulista, regida pelo maestro Fulvio Scarme, que foi “sensacional” nas palavras do presidente.
Em 05 de junho, aconteceu a solenidade de outorga do “Título de Cidadão Campinense”, nas dependências da Casa de Portugal de Campinas, dentro da programação. Como todos os eventos, a sessão solene também contou com rica gastronomia portuguesa ao final do evento.
O agraciado deste ano foi o integrante do Conselho Deliberativo da casa, Nilson Vieira. “Fiquei muito honrado, estou em Campinas há 25 anos, eu nasci em Lins, meus pais são portugueses, nasceram na cidade de Ourém e vieram para o Brasil ainda pequenos, se conheceram no Brasil e casaram” diz o homenageado que é o filho mais velho de três do casal português.
Servidor público, Nilson é Procurador Jurídico do município de Campinas, e participa na Casa de Portugal há dez anos. “Fui agraciado com essa honraria pela Câmara Municipal, através do vereador Rodrigo da Farmadic e presidente da Câmara Municipal, Rafael Fernando Zimbaldi, que assinaram o título que muito me honra. Sei que com isso minhas responsabilidades aumentam como cidadão campineiro” comentou ele que contou com a presença da esposa Ruth, e dos pais Agostinho e Laura.
No dia 06, a Semana Cultural continuou com um dos grandes sucessos da programação em todos os anos, um rápido curso de culinária portuguesa, mestrado pela esposa do presidente Maria Isabel. A oficina gastronômica recebe cerca de 80 pessoas que aprendem pratos portugueses e degustam o que prepararam na Casa de Portugal. “É impressionante a procura, nós limitamos a quantidade. A pessoa vem, vê como se faz e depois come, é fantástico. O ingresso foi uma lata de leite em pó que a Casa de Portugal vai distribuir a várias entidades que precisam” disse o presidente.
O dia 07 começou com os grandes poetas portugueses na palestra História e Literatura “Duas Batalhas Portuguesas”, com o professor Reinaldo Rigitano. E a noite foi marcada pelo Fado, Queijo e Vinho, com a fadista Maria de Lourdes.
Fechando a concorrida semana teve evento no Hospital Beneficência Portuguesa de Campinas, no dia 10, uma apresentação do Coral Vozes de Outono, com a maestrina Elizabeth Assumpção e do Rancho Folclórico da Casa, seguida de uma Missa solene marcando o Dia de Portugal, que ainda prestou uma homenagem ao empresário português Armindo Dias, falecido recentemente.
“Eu como presidente da Casa de Portugal fiz questão que se fizesse um minuto de silêncio em homenagem ao Sr. Armindo, porque ele foi um marco e um visionário. Ele, como eu, veio de Portugal, somos dois filhos de lavradores, e sabemos muito bem o que é crescer neste país. Sr. Armindo foi um dos maiores beneméritos da Casa de Portugal de Campinas, todas as homenagens que fizermos ao Sr. Armindo não pagam tudo o que ele fez. Foi um homem fantástico, grande empresário e grande ser humano”, diz ele lembrando que homenagens devem ser feitas em vida, mas que foi importante esta recordação.
O presidente da casa defendeu mais uma vez que a Semana Cultural é essencialmente cultura e gastronomia portuguesa difundida na cidade de Campinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend