Infectados sobem para 448 em Portugal, documentos expirados válidos até junho

Da Redação

O número de infectados pelo novo coronavírus subiu para 448, mais 117 do que os contabilizados na segunda-feira, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim sobre a situação epidemiológica em Portugal, há 4.030 casos suspeitos (mais 1.122), dos quais 323 (eram 374) aguardam resultado laboratorial.

Segundo a DGS, há três casos recuperados. Portugal registrou até agora uma morte em razão da epidemia do coronavírus.

Trata-se de um homem de 80 anos, que tinha “várias patologias associadas” e estava internado há vários dias, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Documentação

Segundo divulgou o governo português, para evitar que os cidadãos tenham de se deslocar aos espaços dos organismos e serviços públicos, as autoridades públicas passam a aceitar, para todos os efeitos legais, a exibição dos documentos de validade que tenha expirado a partir de 24 de fevereiro.

Os referidos documentos permanecem válidos até 30 de junho. Entre os documentos, passam a ser aceitos pelas autoridades, por exemplo, o cartão de cidadão, a carta de condução, o registro criminal, certidões, documentos e vistos relativos à permanência em território nacional.

Todos os documentos suscetíveis de renovação e cujo prazo de validade expire a partir de 24 de fevereiro não terão de ser renovados agora, sendo aceitos para todos os efeitos legais até 30 de junho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend