Governo coordena repatriação de brasileiros no Peru

Da Redação
Com EBC

O Ministério das Relações Exteriores informou neste dia 19 que turistas brasileiros que estão retidos no Peru serão repatriados dia 20. No último dia 15, em meio ao aumento do número de casos da Covid-19 no país, o governo peruano decretou quarentena obrigatória para a população e o fechamento das fronteiras por 15 dias.

Após tratativas com o governo do país vizinho e com as companhias aéreas, o Itamaraty, o Ministério do Turismo e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) conseguiram viabilizar voos especiais a Lima. A operação é coordenada pela Embaixada do Brasil na capital peruana, em conjunto com a Latam e a Gol.

Para esta sexta-feira estão previstos dois voos saindo de Lima com destino ao Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, sendo um da Gol e outro da Latam. Os passageiros serão contatados por suas respectivas companhias aéreas para detalhar os procedimentos.

“Informações sobre voos adicionais serão compartilhadas tão logo disponíveis”, informou a embaixada.

O Peru registra 86 casos da doença, segundo último boletim da Organização Mundial da Saúde.

O Itamaraty informou ainda que acompanha com atenção a situação de viajantes brasileiros em outros países, como Marrocos e Vietnã, e, por meio das embaixadas, estão sendo feitas gestões junto às autoridades locais para o pronto regresso desses cidadãos.

Marrocos

Os 203 turistas brasileiros que estão retidos no Marrocos deverão retornar ao Brasil até o próximo domingo (22), segundo informou o Ministério do Turismo. A ação, coordenada pela pasta, em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores, conta com apoio da Rede Record e da companhia aérea Latam.

A Rede Record foi a responsável pela contratação do avião que trará os brasileiros do Marrocos. Dos 203 brasileiros, 73 estavam no país para participarem da gravação de uma novela da empresa.

A primeira ação de repatriação dos brasileiros atingidos pela crise provocada pela pandemia do coronavírus teve como objetivo retirar os brasileiros que estão no Peru.

Em Portugal

Segundo a imprensa portuguesa, também um grupo de brasileiros chegou a reivindicar ajuda da Embaixada do Brasil em Lisboa sobre as restrições de viagem para retornar para casa.

Os turistas brasileiros se depararam com o cancelamento dos voos para várias cidades brasileiras. As partidas para o Brasil estão limitadas para o Rio de Janeiro e São Paulo, sendo suspensos voos para aeroportos em Recife, Salvador, Brasília e Belo Horizonte. Mas os preços das passagens dispararam.

A Embaixada Brasileira disponibilizou o email [email protected] para que os brasileiros em situação crítica possam entrar em contato, a situação está sendo tratada no Gabinete de crise criado no Palácio do Planalto em Brasília. Mais informações serão divulgadas nas redes sociais da embaixada.

Nesta tarde, a Embaixada brasileira divulgou que foram confirmados voos para quem comprou bilhete pela Azul Linhas Aéreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend