Pastor pede retirada do ar de reportagens envolvendo a Igreja Universal

Da Redação
Com Lusa

A emissora portuguesa TVI foi notificada de uma providência cautelar que pede a retirada das reportagens “Segredos dos Deuses” envolvendo a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), e declarou que vai contestar.

Questionada pela Lusa sobre o assunto, a mesma fonte confirmou que “a TVI foi notificada de uma providência cautelar proposta por Luís Carlos Andrade, uma das crianças adotadas e atualmente pastor da IURD, em que é pedida a remoção das reportagens ‘Segredos dos Deuses’ do ‘site’ da TVI e bem assim que se abstenha de difundir fatos da vida privada e a imagem do requerente”.

A estação de Queluz adianta que “está em prazo para contestar, o que fará, não tendo sido tomada, à data, nenhuma decisão judicial sobre a mesma”.

A TVI exibiu uma série de reportagens denominadas “O Segredo dos Deuses”, na qual noticiou que a IURD esteve alegadamente relacionada com o rapto e tráfico de crianças nascidas em Portugal.

Os supostos crimes teriam acontecido na década de 1990, com crianças levadas de um lar em Lisboa, que teria alimentado um esquema de adoções ilegais em benefício de famílias ligadas à IURD que moravam no Brasil e nos Estados Unidos.

A IURD tem vindo a refutar as acusações de rapto e de um esquema de adoção ilegal de crianças portuguesas e considera-as fruto de “uma campanha difamatória e mentirosa”.

Segundo informações avançadas pela TVI, a IURD tem atualmente nove milhões de fiéis, espalhados por 182 países, 320 bispos e cerca de 14 mil pastores.

Recentemente, uma manifestação em Lisboa pedia investigação e a criação de uma comissão parlamentar de inquérito isenta sobre os casos de adoções alegadamente ilegais envolvendo a IURD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend