Guiné-Bissau espera ajuda do Brasil para eleições de novembro

O presidente de transição da Guiné-Bissau explicou à Assembleia Geral das Nações Unidas a trajetória política do país desde o golpe militar cometido a 12 de abril do ano passado. Ao discursar na 68ª sessão de alto nível do órgão pediu solidariedade da comunidade internacional.

Autores lusófonos participam da Bienal do Rio 2013

O português Nuno Camarneiro, Mauricio de Sousa, Adriana Calcanhotto e os best-sellers de literatura de fantasia são alguns dos destaques da feira, que terá o lançamento da biografia de Leornardo e acontece entre os dias 29 de agosto e 8 de setembro no Riocentro.

Brasil e Portugal se destacam nas Olimpíadas de Matemática

Portugal conseguiu uma medalha de ouro, uma de prata e duas de bronze. O vencedor foi o Brasil, e Moçambique conseguiu o 3º lugar. O Brasil somou mais quatro medalhas ao histórico de participação na Olimpíada de Matemática da CPLP, ficando, pelo terceiro ano consecutivo, com a primeira posição geral.

Visita do Papa ao Rio conquista peregrinos portugueses

Cerca de 700 portugueses estiveram no Rio de Janeiro durante a Jornada Mundial da Juventude, que trouxe ao Brasil o Papa Francisco. Para marcar esse momento, dezenas de jovens lusitanos participaram na LusoFEsta, que procurou integrar os jovens nessa iniciativa da igreja católica.

Jovens lusófonos participam da Jornada Mundial da Juventude no Rio

De Cabo Verde, cerca de 150 jovens cabo-verdianos participam da na 28ª Jornada com a presença do Papa Francisco. Também de Macau traz, pela primeira vez, um grupo de língua portuguesa às Jornadas Mundiais da Juventude. A comitiva composta por dez pessoas, das quais seis são jovens.

Acordo Ortográfico: CPLP avalia futuro da Língua Portuguesa

Assim como as ações de difusão do idioma, há dificuldades com a implementação do acordo ortográfico de 1990, ainda não ratificado em Angola e Moçambique e até hoje muito criticado em Portugal. Segundo João Costa, “o acordo ortográfico está assumido por todos”, mas “faz falta uma maior clarificação conjunta de prazos e de vontades”.

Brasil é o maior devedor de instituto da CPLP que promove a língua

O único país que não deve ao IILP é Moçambique. Depois do Brasil, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau são os maiores devedores (US$ 98 mil, cada um). Portugal deve US$ 74 mil da anuidade de 2013. Angola e Timor Leste devem em torno de US$ 37 mil cada um e Cabo Verde, sede do IILP, deve US$ 23 mil.