Os sotaques do cinema lusófono na abertura do FESTin em Lisboa

O filme “O vendedor de passados”, a partir de um romance de José Eduardo Agualusa, pelo cineasta brasileiro Lula Buarque de Hollanda, abre na quarta-feira o FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, em Lisboa.

União Europeia anuncia apoio de 160 ME à Guiné-Bissau

União Europeia comprometeu-se, em 25 de março em Bruxelas, a conceder 160 milhões de euros à Guiné-Bissau, para consolidar a democracia, reforçar o Estado de direito, acelerar a retoma econômica e melhorar as condições de vida dos cidadãos.

Desfile sobre Guiné Equatorial vence Carnaval no Rio e escola nega patrocínio

O carnavalesco Fran Sérgio, integrante da comissão de carnaval da escola, afirma que a única ajuda de custo que receberam foi nas viagens para pesquisar sobre a Guiné Equatorial. “A Beija-Flor está exaltando um grande povo que merece respeito”, disse ele, que afirmou ter viajado três vezes ao país africano.

Empresários portugueses acusados de extorquir terras em Moçambique

No relatório de 20 páginas estão apontados nomes de empresários e empresas portuguesas, entre as quais Américo Amorim, Miguel Pais do Amaral e a empresa Rio Forte, do grupo Espírito Santo, que alegadamente não terão pago as indenizações devidas aos agricultores por terem saído das suas terras para dar lugar aos grandes empreendimentos agrícolas.

Governo português antecipa estudo sobre mutilação genital feminina

Nesta ocasião, a Secretária de Estado lembrou o grande interesse despertado pelo curso de pós-graduação promovido em 2014 na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa que levou à realização da sua segunda edição, e simultaneamente, pela primeira vez, na Escola Superior de Enfermagem de Setúbal, já este ano.

Criar peixes pode impulsionar “nova revolução verde” na África

“A nova revolução verde se dá na pesca. A aquicultura, a criação de peixe doméstico e selecionado, é o que tem demonstrado os melhores resultados. O Brasil há muitos anos importou a Tilápia da África, que é originária do Nilo.”

Guiné-Bissau quer saber quem ficou com dinheiro de Angola

O ministro dos Recursos Naturais da Guiné-Bissau, Daniel Gomes, disse no parlamento, que está por saber quem ficou com 13 milhões de dólares entregues por Angola para iniciar a exploração do bauxite no leste do país.