Turistas multados por acampar ilegalmente na praia da Ursa em Sintra

Da Redação
Com Lusa

Dois turistas foram multados por estarem ilegalmente acampados na praia da Ursa, em Sintra, depois de um deles ter sofrido ferimentos e ter sido retirado de helicóptero, segundo a Polícia Marítima de Cascais.

De acordo com a mesma fonte, a situação de acampamento ilegal foi identificada depois de um dos turistas ter ficado ferido ao mergulhar no mar.

O alerta para o acidente, ao início da tarde desta quinta-feira, foi dado por outros banhistas que estavam na praia e conseguiram retirar o homem, de 22 anos, do mar.

“O indivíduo bateu com a cabeça numa rocha e foi recuperado para o areal por veraneantes”, disse à agência Lusa o comandante da Capitania de Cascais, Pereira da Terra.

Depois de estabilizado pelos Bombeiros Voluntários de Almoçageme, do concelho de Sintra, o homem foi transportado pela Força Aérea Portuguesa até à Base Aérea do Montijo, no distrito de Setúbal, para ser encaminhado para o hospital do Barreiro.

“Os acessos à praia da Ursa são muito difíceis. Foi necessário empenhar o helicóptero EH101, da Força Aérea, para fazer o transporte do homem até ao hospital”, afirmou Pereira da Terra.

Segundo o comandante, os turistas foram multados por estarem acampados em situação ilegal no areal da praia.

Nas operações de socorro estiveram empenhados, no total, 11 operacionais do INEM, Polícia Marítima e Bombeiros Voluntários de Almoçageme, com quatro viaturas e um helicóptero.

Em Março, um desmoronamento na praia da Ursa provocou a morte a um brasileiro e ferimentos numa mulher que estavam também ilegalmente acampados na praia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend