São Paulo participa em Lisboa do 1º fórum mundial de autarcas sobre turismo urbano sustentável

Da Redação
Com Lusa

Segundo a secretária de Estado do Turismo, Portugal será “o palco internacional” de debate do turismo urbano sustentável por ocasião do primeiro fórum mundial de autarcas da Organização Mundial do Turismo, a decorrer na sexta-feira, em Lisboa.

“Portugal vai ser o palco internacional para a discussão sobre sustentabilidade do turismo nas cidades”, realçou Ana Mendes Godinho, em declarações à agência Lusa.

Com cerca de 80 participantes, o evento “Mayors Fórum” vai contar com 15 presidentes e vice-presidentes de câmara de várias cidades, como São Paulo (Brasil), Dubrovnik (Croácia), Paris (França), Bruges (Bélgica), Moscovo (Rússia), Seul (República da Coreia), Madrid e Barcelona (Espanha).

De acordo com a secretária de Estado do Turismo, o fórum resulta de uma proposta do Governo português ao secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Zurab Pololikashvili, durante um encontro no ano passado.

“Foi um desafio que nós lançámos à OMT para fazer este debate internacional. A OMT achou que a nossa proposta era de grande atualidade. Um tema que, neste momento, é discutido em todo o mundo”, frisou.

Organizado pelo OMT, Ministério da Economia, Turismo de Portugal e Câmara de Lisboa, o congresso propõe abordar os desafios do crescimento do número de turistas em todo mundo, sendo adotada a Declaração de Lisboa “Cidades para todos: construindo cidades para residentes e visitantes”, uma declaração sobre o turismo urbano sustentável.

Ana Mendes Godinho declarou ainda que o fórum servirá para partilhar novos desafios e novas experiências, de modo a que os municípios assumam “o turismo como uma prioridade no desenvolvimento” dos territórios.

Em relação a Portugal, a secretária de Estado do Turismo identificou três desafios, através de uma estratégia entre o Estado e o setor privado para os próximos 10 anos, inserida no programa “Estratégia Turismo 2027”.

A iniciativa tem como metas: a sustentabilidade econômica, a sustentabilidade social e a sustentabilidade ambiental.

Segundo Ana Mendes Godinho, o Governo pretende “alargar o turismo a todo o território”, para que seja uma atividade sustentável e de criação de emprego.

Para a secretária de Estado, Portugal deve ser visto como um destino “para investir, para viver, para trabalhar e para estudar”.

O primeiro fórum mundial de presidentes de câmara da Organização Mundial do Turismo vai decorrer na sexta-feira, na Câmara Municipal de Lisboa, para debater os desafios do turismo urbano sustentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend