Rio de Janeiro e Governo Federal formam parceria inédita em prol do carnaval

Da Redação
Com Lusa

O Ministério do Turismo do Brasil e a prefeitura do Rio de Janeiro estabeleceram uma parceria inédita para melhorar o carnaval da cidade, a festa popular mais importante da região e uma das principais do país.

“A ideia é fazer no Rio de Janeiro um projeto-piloto que poderá ser adotado futuramente nas principais capitais que possuem grandes festas com as mesmas características. Para viabilizar a parceria será criado um grupo de trabalho entre os governos municipal e federal para apurar todas as necessidades urgentes, além de propostas para aumentar a força turística da festa”, afirmou a prefeitura em comunicado.

O grupo de trabalho atuará em duas frentes, visando a preparação do sambódromo, local onde desfilam as principais escolas de samba, com obras e intervenções necessárias para adequar o espaço ao projeto de segurança do Corpo de Bombeiros, bem como o desenvolvimento de um plano de segurança para o período carnavalesco.

De acordo com o secretário municipal de Ordem Pública do Rio de Janeiro, Gutemberg Fonseca, são necessários oito milhões de reais (cerca de dois milhões de euros) para as obras, que possuem caráter de emergência, e que serão finalizadas até janeiro de 2020.

O plano de segurança, segundo Gutemberg, irá cobrir todo o chamado “cinturão turístico”, e contará com câmaras de vigilância incorporadas com sistema de reconhecimento facial.

Também guardas municipais serão treinados para para prestar serviço a foliões e turistas, assim como para “inibir e reprimir” ações criminosas nas ruas do Rio de Janeiro.

“Teremos acesso a toda a tecnologia dos ministérios da Justiça e do Turismo para que a população do Rio de Janeiro e os turistas aproveitem a festa com tranquilidade. Este movimento deixa claro que o prefeito [Marcelo Crivella] gosta do carnaval, mas com responsabilidade”, afirmou Gutemberg, citado no ‘site’ da governo municipal.

De acordo com a prefeitura, ainda este mês Crivella receberá o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para acertar os detalhes da parceria, e para realizar uma vistoria ao sambódromo, assim como a outros pontos turísticos da cidade.

O carnaval deste ano no Rio de Janeiro terminou com “um recorde absoluto” de receitas, de 3,78 milhões de reais (820 milhões de euros), valor 26% superior ao arrecadado em 2018, informaram as autoridades locais.

A organização da festa popular mais importante do Rio de Janeiro e do Brasil teve um investimento de 72,4 milhões de reais (cerca de 16 milhões de euros), dos quais 41 milhões de reais (nove milhões de euros) vieram de contribuições de empresas privadas.

A comemoração do Carnaval no Rio de Janeiro, que em 2018 foi marcada pela insegurança, teve este ano uma percepção favorável dos participantes.

De acordo com um estudo encomendado pelo prefeitura ‘carioca’, 63,2% dos visitantes estrangeiros que apreciaram a festa descreveram como “boa” ou “excelente” a segurança pública e 98,4% expressaram “satisfação” e “vontade de recomendar” o evento para outras pessoas, um índice acima dos 95% registados no ano passado.

O Carnaval do Rio de Janeiro, no Brasil, é considerada a maior festa a céu aberta do mundo, e bateu este ano recordes de público, com mais de um milhão de foliões a comparecer nos blocos de rua realizados durante aquele fim de semana festivo de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend