Municípios das Beiras e Serra da Estrela indignados com aumento de portagens

Da Redação
Com Lusa

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) aprovou por unanimidade um voto de indignação pelo aumento de portagens nas antigas scut A23 e A25, segundo o presidente desta entidade, Paulo Fernandes.

“Aprovamos um voto coletivo de indignação pelo aumento das portagens, bem como um pedido urgente de reunião ao senhor ministro do Planeamento e das Infraestruturas”, referiu Paulo Fernandes, após a primeira reunião do ano entre os presidentes dos 15 municípios que integram a CIM-BSE.

O autarca, que é simultaneamente presidente da Câmara Municipal do Fundão, frisou que “esta alteração não se percebe”, principalmente depois de o Governo ter aprovado, em agosto de 2016, um desconto de 15% nos pagamentos e de posteriormente também ter admitido voltar rever a questão relativamente às vias do Interior.

“Ainda que escasso, o desconto foi bem-vindo, mas agora este aumento não se percebe e é uma situação que, obviamente, prejudica muito a região”, afirmou.

O autarca frisa ainda que, penalizando cidadãos, empresas e atividades como o turismo, este aumento vai contra o que deveriam ser as respostas dadas a estes territórios na sequência da tragédia dos incêndios.

“É uma má notícia que se recebeu e esperemos que, efetivamente, possa vir a ser alterada, porque prejudica o desenvolvimento regional e todas as estratégias que se possam querer desenvolver, por exemplo, no quadro da captação de investimentos ou de atração e fixação de pessoas”.

Segundo salientou, os autarcas da CIM-BSE continuarão “a reivindicar e pugnar pela abolição das portagens”, admitindo que numa primeira fase se opte pela redução do valor dos pagamentos, desde que esta seja no mínimo de 50%, de modo a corresponder ao Produto Interno Bruto (PIB) per capita da região, que é sensivelmente 50% inferior ao dos grandes centros urbanos.

A CIM-BSE é constituída por 15 municípios: 12 do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e por três do distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão).

A região é servida diretamente pela ex-scut (vias sem custo para o utilizador) A25 (Aveiro/Vilar Formoso) e A23 (Guarda/Torres Novas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend