Hotéis e alojamentos do Algarve faturaram mais 3,5%

Da Redação
Com Lusa

Os hotéis e outras unidades de alojamento no Algarve faturaram mais 3,5% em outubro em comparação com o período homólogo de 2017, apesar da quebra de 1% na taxa de ocupação, segundo a maior associação hoteleira da região.

“O volume de vendas subiu 3,5% [em outubro] face ao período homólogo” de 2017, informou a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) no resumo da evolução mensal da atividade do setor.

O aumento do volume de negócio, não acompanhou a quebra da taxa de ocupação global média/quarto, que desceu 1% em outubro, comparativamente com o mesmo mês de 2017, situando-se nos 71,2%, indicam os dados mensais provisórios reunidos pelo seu gabinete de estudos da associação empresarial.

“A descida verificada deveu-se sobretudo aos mercados britânico (-6,8%), holandês (-13,4%) e irlandês (6,5%). O mercado nacional foi o que apresentou a maior subida (+14,5%), atenuando a descida verificada”, frisou a AHETA.

A descida registada em outubro contribuiu para a quebra de 1,5% que se verifica desde o início do ano na taxa de ocupação média por quarto nas unidades hoteleiras algarvias, mas não afetou da mesma maneira o volume de negócios, que regista desde janeiro “um aumento de 3,1%”, precisou a associação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend