Governo brasileiro vai montar um plano nacional de segurança turística

Da Redação

Após visitas técnicas em delegacias e batalhões de polícia especializados no atendimento ao turista, no domingo e segunda-feira em São Paulo e no Rio de Janeiro, o ministro brasileiro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, determinou que a área técnica da Pasta reúna os representantes das forças de segurança para uniformizar procedimentos e compartilhar boas práticas.

A ideia é promover um seminário para montar um plano nacional de segurança turística. O ministro estava acompanhado pelos secretários nacionais de Integração Interinstitucional, Bob Santos; de Desenvolvimento e Competitividade, Aluizio Malab; e de Estruturação do Turismo, Robson Napier.

“Esse é um tema fundamental para garantir que a experiência turística dos nossos visitantes seja satisfatória, que falem bem dos nossos destinos e queiram voltar”, comentou o ministro do Turismo. Além de terem policiais e agentes que falam outros idiomas, as delegacias especializadas têm procedimentos especiais para garantir que as denúncias tenham andamento mesmo com o retorno dos visitantes às suas cidades.

“Os turistas preenchem as denúncias no seu idioma e fazem o reconhecimento dos bandidos nos catálogos que temos”, comentou a titular da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo, Bianca Lima. Ela frisou que é a primeira vez que um ministro do Turismo faz uma visita institucional à delegacia.

Antes da visita técnica às forças de segurança da capital carioca, o ministro se reuniu com representantes dos principais segmentos turísticos no Rio de Janeiro. Na pauta, as medidas defendidas pelo titular da Pasta em reunião com o presidente Jair Bolsonaro na última quarta-feira, para que o Brasil desenvolva todo o seu potencial turístico – entre elas, a criação de áreas especiais de interesse turístico e a transformação da Embratur em agência.

O secretário de Turismo do Estado do RJ, Otávio Leite, reforçou a importância do trabalho que Marcelo Álvaro Antônio tem feito à frente do MTur. “Em menos de dois meses, o ministro já conseguiu avançar em temas importantes como a isenção de vistos para países estratégicos”, comentou o secretário.

Na última semana, o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, acenou positivamente para o fim do visto nos EUA, Canadá, Austrália e Japão. Marcelo Álvaro Antônio defendeu também a criação de visto eletrônico para turistas chineses e indianos, medida que vai ser analisada pelo Itamaraty.

O presidente da Riotur, Marcelo Alves, defendeu que, em paralelo à retirada de barreiras para os turistas estrangeiros, seja reforçada a promoção dos destinos turísticos nacionais. “Temos de melhorar a nossa participação em feiras internacionais e a divulgação dos nossos destinos em pontos estratégicos” afirmou.

Antes de embarcar para o Rio de Janeiro, o ministro se reuniu com representantes da Cidade Matarazzo e firmou o compromisso de participar do maior evento imobiliário do mundo, o MIPIM 2019 (Marché International des Professionnels de l’Immobilier, em francês), de 12 a 15 de março, em Cannes, na França. A ideia é, em parceria com os empreendedores que estão investindo R$ 2 bilhões no coração de São Paulo, mostrar o Brasil como uma plataforma de investimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend