Parlamentares apresentam voto de pesar pela morte do apresentador Gugu Liberato em Portugal

Da Redação

O deputado da emigração eleito pelo círculo fora da Europa, José Cesário, apresentou na Assembleia da República, em nome do Grupo Parlamentar do PSD, um voto de pesar pela morte do apresentador luso-brasileiro, Gugu Liberato.

No passado dia 22 de Novembro faleceu em Orlando, na Florida, o apresentador da televisão brasileira cujo nome de batismo era António Augusto Morais Liberato, após um acidente doméstico, aos 60 anos.

“Gugu Liberato era Lusodescendente, cujos pais eram originários de Mirandela, assumindo orgulhosamente a sua nacionalidade portuguesa e fazendo questão de divulgar permanentemente Portugal no País Irmão” traz o voto de pesar aprovado no Parlamento.

Gugu distinguiu-se em vários programas do SBT e da TV Record, sendo considerado um dos mais reconhecidos vultos da televisão do Brasil.

“A Assembleia da República, reunida em Plenário, exprime o seu público pesar pelo falecimento de Gugu Liberato e apresenta à sua Família os seus sentidos pêsames” traz o texto.

Os órgãos do apresentador, que faleceu após cair de uma altura de 4 metros em sua residência, nos Estados Unidos, foram doados para pessoas em filas de transplante. A doação foi autorizada pela família e comunicada por meio de nota.

“Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos. Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partido nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente”, declarou a assessoria de imprensa do apresentador.

O corpo do apresentador chegou à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), por volta das 10h30 desta quinta-feira (28). Batedores da Polícia Militar acompanharam o cortejo após o desembarque no Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

A família de Gugu acompanhou em uma van o trajeto do veículo com o corpo. O filho mais velho, João Augusto Liberato, carregou o caixão na entrada na Alesp. O apresentador tinha 60 anos e deixa três filhos: além de João Augusto de 18 anos, as gêmeas Marina e Sophia de 15 anos.

O velório foi aberto ao público nesta tarde e termina às 10h de amanhã (29). A entrada para o velório é pela Avenida Sargento Mário Kozel Filho.

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou luto oficial de três dias em homenagem ao apresentador e empresário.

Vida e carreira
O apresentador, paulistano e filho de portugueses, nasceu no dia 10 de abril de 1959. Seu pai era caminhoneiro e sua mãe dona-de-casa. Ele tinha apenas 14 anos quando fez sua primeira aparição na TV, participando de uma gincana. Com 19 anos tornou-se auxiliar de escritório e, pouco depois, ganhou um cargo como produtor de TV. Mas acabou desistindo da carreira e indo estudar Odontologia. Sua passagem pela faculdade foi muito breve e ele acabou voltando para a TV.

Em 1982, passou a comandar o programa de auditório Viva a Noite, no SBT, emissora onde trabalhou por mais de 30 anos. Lá, ele passou por diversos outros programas, como Passa ou Repassa, Sabadão Sertanejo e Domingo Legal, atração que rivalizava com o Domingão do Faustão, na Globo, em uma acirrada guerra pela audiência. Em 2009, chegou à Record, onde apresentou o Programa do Gugu, Gugu e Power Couple Brasil.

Recentemente, Gugu apresentava o programa Canta Comigo, na TV Record. Ele também era empresário, proprietário da GGP Produções, pólo de desenvolvimento audiovisual. Além de empresário e apresentador, Gugu também era cantor: ele ficou conhecido por suas versões de Pintinho Amarelinho e A Dança da Galinha Azul. Como ator, teve participação em diversos filmes, especialmente nos do grupo Os Trapalhões.

Ainda no mês de setembro, quando da morte do português Roberto Leal, Gugu publicou em sua rede social uma foto do cantor:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend