Governo diz que “provou” que medidas sociais são compatíveis com recuperação econômica

Da Redação

O Ministro português do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, afirmou que o Governo provou ser possível desenvolver medidas sociais com um orçamento equilibrado.

“Num contexto em que muitos criticavam as políticas de domínios sociais, provamos que era possível desenvolvê-las. Obviamente que com moderação, com equilíbrio, mas desenvolvê-las sem que isso afetasse negativamente o crescimento econômico», disse José António Vieira da Silva à Lusa.

Em Nova Iorque, na 56.ª sessão da Comissão para o Desenvolvimento Social da ONU, o Ministro disse que Portugal pode servir de exemplo para países que procuram proteger as suas populações mais vulneráveis e manter um orçamento equilibrado.

“Durante muitos anos vivemos quase uma hegemonia de pensamento único. Quanto ao salário mínimo, quanto menor melhor. Se não houvesse, também não seria mau. Quanto às políticas de domínios sociais, teriam de ser cuidadosamente pensadas, ou repensadas. Em Portugal, foram cortadas, pura e simplesmente”, afirmou.

O Ministro referiu que o Governo provou, nos últimos anos, ser “possível recuperar estes instrumentos, como instrumentos muito importantes para a coesão social, e mesmo assim ter uma recuperação econômica”.

No discurso da sessão de abertura da comissão, no dia 29 de janeiro, Vieira da Silva destacou o Rendimento Social de Inserção e a atualização do salário mínimo nacional com medidas que combatem a pobreza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend