Em busca de apoio para as legislativas, Rui Rio conversa com membros da comunidade luso-brasileira no Rio

Por Igor Lopes

Durante visita ao Rio de Janeiro, o presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, disse esperar que o seu partido mantenha o nível de votação positiva que costuma ter junto das comunidades portuguesas da diáspora nas próximas eleições legislativas.

“Vamos ver como é que acontece no dia 6 de outubro, se se mantém essa tradição forte de votação no PSD nas comunidades no resto do mundo. Esse é o nosso desejo”, afirmou Rui Rio após um jantar com apoiantes do PSD na Casa de Vila da Feira e Terras da Santa Maria, na Zona Norte da cidade.

Rio aproveitou a oportunidade para defender também uma presença permanente do PSD fora de Portugal.

“Aquilo que nos compete é estreitar os laços das nossas comunidades com os nossos candidatos a deputados para que eles possam colher mais apoio do que os candidatos dos outros partidos”, disse Rui Rio.

Para este responsável, apesar do cenário favorável, o PSD precisa melhorar o seu desempenho eleitoral nas próximas legislativas.

“Sabemos que Portugal tem fortes tradições nas comunidades. Temos tido, ao longo dos anos, resultados muito favoráveis fora da Europa e também na Europa. É verdade que já estivemos melhor do que estamos hoje, mas, mesmo assim, somos o partido mais forte nas comunidades na Europa, e, fora do continente europeu, somos ainda mais fortes”, defendeu o social-democrata.

Na opinião do deputado português José Cesário, eleito pelo PSD para o círculo fora da Europa, a aproximação com a comunidade portuguesa deve manter-se.

“É muito importante essa relação entre Portugal e os países lusófonos. Para o presidente do nosso partido e para o PSD, essa relação é absolutamente prioritária”, esclareceu Cesário.

Agenda completa

No Rio de Janeiro, no dia 10 de junho, a comitiva de Rui Rio manteve contato com entidades e líderes luso-brasileiros. Uma das primeiras visitas, ainda na parte da manhã, foi ao Real Gabinete Português de Leitura, no Centro, onde Rui Rio foi recebido pelo presidente da entidade, Francisco Gomes da Costa.

No início da tarde, o presidente do PSD almoçou nas instalações do Arouca Barra Clube, na Zona Oeste da cidade, onde esteve à conversa com militantes do PSD e com os responsáveis pelo clube.

Mais tarde, Rui Rio foi recebido no Palácio Guanabara pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que ensaia, desde a última campanha eleitoral, aproximação com a comunidade portuguesa no estado Fluminense.

Os compromissos de Rui Rio nesse dia 10 de junho terminaram na Casa de Vila da Feira e Terras de Santa Maria. O evento contou com a presença de dezenas de militantes do PSD e de autoridades brasileiras e portuguesas, como a deputada estadual do Rio, Martha Rocha, o presidente do Club de Regatas Vasco da Gama, Alexandre Campello, o deputado português Carlos Páscoa, o presidente do Conselho Permanente do Conselho das Comunidades Portuguesas, Flávio Martins, além de presidentes de diversas casas regionais portuguesas no Rio.

Ao longo do seu discurso nessa casa regional, Rui Rio comentou que, para que o seu país possa crescer economicamente, é preciso que o Partido Comunista e o Bloco de Esquerda não ocupem lugar no poder central como está a acontecer atualmente.

Apoio popular

Militantes e simpatizantes do PSD aproveitaram a visita de Rui Rio à cidade para tirar fotografias com o pré-candidato à primeiro-ministro. Rio ouviu palavras de apoio e promessas de que a comunidade irá manter os votos no partido.

Também em sua passagem por São paulo, Rui Rio conversou com o Mundo Lusíada sobre uma comunidade “fortíssima” no Brasil >>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend