SUPERLIGA – Tapetão, em menos de uma semana, derruba e mantêm Gil Vicente na superliga

Resultados, Classificação e Artilharia

 

Emídio Tavares

 

No começo desta semana, por ter usado o jogador Mateus em quatro partidas e de forma irregular, advindo do time do Lixa, a Comissão Disciplinar da Liga deu razão ao pedido do Belenenses contra o Gil Vicente, rebaixando o infrator, e mantendo o time do Restelo na divisão maior do futebol português.

Perante esta medida punitiva da Comissão, a direção do time de Barcelos resolveu recorreu aos tribunais comuns, mas sem autorização da Liga de Clubes e da Federação Portuguesa de Futebol, infringindo desta forma o artigo 63o do Regulamento Disciplinar da Liga, que prevê aos infratores “pena de baixa de divisão”.

A medida contudo ainda não era definitiva por ser passível de recurso ao Conselho de Justiça da FPF.

A primeira ação interposta pelo Gil Vicente, no Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga, não teve efeito, pelo fato do juiz ter encarado a questão eminentemente do meio desportivo.

Com esta negativa, os dirigentes de Barcelos recorreram ao Tribunal do Porto, que deu a principio a razão requerida, voltando atrás posteriormente, após a exposição da FPF.

Mas, sexta-feira, a Comissão Disciplinar da Liga reuniu-se no Porto, com seus quatro integrantes (o desembargador Gomes da Silva, os juizes de carreira Pedro Mourão e Frederico Cebola e o advogado Domingos Lopes; que última reunião absteve-se de votar por se considerar parte envolvida, visto que é filho de um vice-presidente do time de Barcelos) para julgar o recurso do Gil Vicente; e para surpresa de todos, o advogado desta comissão, que tinha pedido para não votar na ultima reunião, desta vez o fez e a favor dos gilistas, assim como também o fez o desembargador, mudando sua posição inicial.

Como os outros membros (juizes de carreira) mantiveram a posição inicial, aconteceu um empate em dois votos e o desempate ficou a cargo do presidente do órgão e desembargador, que deu vitória ao Gil Vicente, mantendo-o na superliga.

Cabe ao Belenenses novo recurso (que deve acontecer nesta segunda-feira) ao Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

Com certeza, esta triste “novela” ainda promete muitos capítulos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: